Set 0
Set 0

Universidade de Évora procura aldeia primitiva no Castelo de Sines

Tecnologia geofísica utilizada para permitir encontrar vestígios enterrados. Trabalhos decorrem até hoje, mas análise dos dados levará meses Uma equipa da Universidade de Évora iniciou ontem, no Castelo de Sines, prospecções através de “geo-radar” para procurar vestígios de uma aldeia primitiva entre as muralhas, onde já se encontraram peças de uma basílica visigótica. O projecto do Museu de Sines, que está instalado dentro do castelo, decorre em parceria com o …   Ler

  Read more
voltar ao topo ▲