O desporto automobilístico está de regresso a Setúbal, no dia 17, com a Avenida da Europa a receber no centro da cidade 60 de melhores pilotos portugueses da atualidade

A antiga e icónica prova Rampa da Arrábida inspirou o recém-formado CMS – Clube de Motorismo de Setúbal na organização do regresso das competições de automobilismo à cidade sadina, que volta, assim, a acolher um evento desportivo desta natureza através do Setúbal Especial Sprint, prova de sprint e regularidade a realizar em ambiente urbano.

O evento conta com o apoio da Câmara Municipal, pelo que integra o programa de Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016.

Na apresentação da prova, o diretor do departamento da área do desporto da autarquia, Luís Liberato, realçou a opção estratégica de o circuito se localizar numa zona urbana.

“A Câmara Municipal fez uma aposta em trazer esta prova para o centro da cidade, porque a quer junto das pessoas, junto do público”, sublinhou o diretor autárquico, que recordou terem sido debatidas outras possibilidades para a instalação do circuito fechado, como as Manteigadas, que poderia viabilizar opções mais fáceis em termos logísticos e de segurança.

A ideia é precisamente levar o desporto, neste caso motorizado, até às pessoas. Por isso foi equacionado que valeria a pena um esforço maior para que esse objetivo fosse concretizado”, afirmou Luís Liberato, acrescentando que “há um conjunto de eventos resultantes da Cidade Europeia do Desporto cuja continuidade está a ser ponderada para lá do fim deste programa e esta prova enquadra-se nesse leque de possibilidades”.

Durante a apresentação do Setúbal Especial Sprint, momento que contou com a presença de pilotos como Rui Madeira, o diretor da prova, Luís Caramelo destacou as medidas de segurança implementadas, “resultado de um trabalho rigoroso e muito próximo com o Serviço Municipal de Proteção Civil de Setúbal e a própria polícia”, pelo que, garante, “estão montados todos os sistemas de segurança possíveis e imagináveis”.

O circuito fechado da prova, com uma extensão de 2136 metros, tem definidas zonas específicas para o público assistir em segurança ao espetáculo. Entre as áreas interditadas encontram-se, principalmente, secções localizadas nas rotundas, em que os carros entram em alta velocidade.

Ao nível competitivo, Luís Caramelo sublinhou que o circuito está “apimentado com duas chicanes, solução que aumenta a emoção junto do público”.

Assistir ao Setúbal Especial Sprint é totalmente gratuito, incluindo a entrada em áreas lúdicas e de restauração, que incluem o envolvimento de clubes nacionais de diferentes marcas, como Porsche, Alfa Romeo, Fiat, Land Rover, Volkswagen, Mini e Opel.

Fernando Matias, presidente do Clube de Motorismo de Setúbal, salientou que, “mais do que uma competição, o Setúbal Especial Sprint vai ser um espetáculo”, com a vantagem de colmatar uma lacuna ao nível da organização de eventos desta natureza a sul de Leiria, “onde são praticamente inexistentes”.

O dirigente reforçou, ainda, o forte apoio da Câmara Municipal, “que não tem travado o clube em absolutamente nada” na organização da iniciativa.

Fernando Matias recordou, igualmente, que o Setúbal Especial Sprint, assim como o próprio clube, criado oficialmente a 9 de junho, nascem do saudosismo da icónica prova Rampa da Arrábida, evento que o clube tem ainda como meta recuperar no futuro.

Ao nível da competição prevista para o dia 17, o Setúbal Especial Sprint reparte-se pelas modalidades de sprint e regularidade.

A primeira, aberta a carros de corrida devidamente equipados para o efeito, consiste em cumprir os mais de dois quilómetros do circuito no menor tempo possível.

A segunda, de regularidade, aberta a qualquer veículo motorizado, tem como objetivo o cumprimento do traçado sem ultrapassar a média dos 50 quilómetros horários. Em caso de médias iguais, o desempate é feito pelo menor tempo a percorrer o percurso.

O Setúbal Especial Sprint conta ainda na organização com os apoios do Slalom Clube de Portugal e do Clube do Peixe, ambos associados da FPAK – Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting.

O evento, que tem a KIA como principal patrocinadora, tem início a partir das 09h30, altura em que os primeiros pilotos começam a fazer o reconhecimento, em velocidade reduzida, do circuito.

Desfiles de viaturas preenchem o programa entre as 11h15 e as 13h15, com o início da competição marcado para as 14h00. Para as 19h00 está marcado o final da prova e a cerimónia do pódio.