O Porto de Setúbal dispõe de mais de duas dezenas de parcelas para o desenvolvimento da atividade da aquicultura no Estuário do Sado abertas a novos investidores. Uma oferta que pode constituir oportunidades de negócio beneficiadas pelo Programa Operacional MAR 2020.

A economia do Mar tem reconhecidamente uma importância estratégica para o nosso país, representando 3% do total da economia nacional, pelo que é vital apostar no seu desenvolvimento. A aquicultura é um dos eixos prioritários do programa operacional, visando uma atividade ambientalmente sustentável, inovadora, eficiente, empreendedora e criadora de emprego.

porto_de_setubal_ostras-2

O Porto de Setúbal, aproveitando os recursos endógenos do estuário do Sado, tem condições excecionais para o desenvolvimento destas atividades. Está enquadrado pela área protegida da RNES – Reserva Natural do Estuário do Sado e promove uma elevada preocupação ambiental. É o único porto nacional com estatuto ECOPORT. A aquicultura no estuário do Sado é uma atividade com tradição, principalmente desde o século XIX, atualmente, as explorações de aquicultura existentes no Porto de Setúbal produzem desde as principais variedades de peixes, até ostras de elevada qualidade e salicórnias.

Consulta de parcelas para aquicultura no Estuário do Sado:

http://www.portodesetubal.com/pesca_setubal.htm