Deolinda de Jesus e António Pinto Basto atuaram sexta-feira à noite para cerca de uma centena de pessoas na Casa da Baía, em Setúbal, no primeiro espetáculo nas Noites da Baía 2016

Os fadistas, acompanhados de Dinis Lavos, na guitarra portuguesa, e Mário Estorninho, na viola, interpretaram temas conhecidos, num concerto fortemente marcado por uma interação constante com o público.

As Noites da Baía, iniciativa organizada pela Câmara Municipal de Setúbal, têm como objetivos promover um ciclo de espetáculos com grandes clássicos de diferentes géneros musicais e qualificar e diversificar a oferta de eventos da cidade.

O ciclo de espetáculos a decorrer durante o verão leva à renovada Casa da Baía grandes clássicos de fado e tributos, todas as sextas-feiras, às 22h00, até ao final de agosto.

Depois de Deolinda de Jesus, é a vez dos The Fly, com um concerto de tributo aos U2, no dia 1 de julho.

A noite de dia 8 é novamente dedicada ao fado, com as atuações de Pedro Junot, Deolinda de Jesus e David Ventura, enquanto no dia 15 há um tributo a Bob Marley, por Michel Williams.

Deolinda de Jesus apresenta outro espetáculo no dia 22, com Miguel Camões. No dia 29, Limbo canta em tributo a Sting.

A programação de agosto conta com os concertos de Pedro Lisboa, Inês Duarte e Nelson Abreu para mais uma noite de fado, no dia 5.

Stevie Wonder é recordado por Heat, no dia 12, e, a 19, José da Câmara anima o público com uma noite de fado.

O último concerto das Noites da Baía 2016, com entradas a cinco euros, com exceção do concerto de José da Câmara, que custa dez euros, inclui um concerto de tributo aos Queen, pelo Coronel Cantiga, no dia 26 de agosto.