Com o apoio da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), a Associação de Mulheres com Patologia Mamária (AMPM) promoveu pelo oitavo ano consecutivo, a sua Marcha Solidária – Venha Caminhar pela sua Saúde, que contou com a participação de cerca de 1000 pessoas.

A Marcha, que teve como padrinho Carlos “Bóia”, partiu do Parque da Cidade e percorreu várias artérias do Concelho até ao Largo do Mercado Municipal 1º de Maio.

Fernanda Ventura, da AMPM, agradeceu a todos os participantes e entidades apoiantes da Marcha e afirmou que, com esta iniciativa “tentamos chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce do cancro da mama” e também para a necessidade da existência de melhores cuidados de saúde.

“Temos de nos focar mais no doente e menos na doença para dar uma resposta mais humanizada”, considera e lembrou que uma alimentação adequada e a promoção de estilos de vida saudáveis pode evitar casos de cancro da mama.

Na iniciativa, o presidente da CMB saudou e agradeceu aos participantes “por, desta forma, chamarem a atenção para os problemas da doença”, e afirmou que “não podemos dar passos atrás na saúde e na qualidade de vida”.

Carlos Humberto realçou a necessidade de resolução dos problemas no Serviço Nacional de Saúde e incentivou a participação de todos na defesa destes direitos.

Vivina Nunes, vereadora da Câmara Municipal da Moita, afirmou que “temos de resistir em vez de nos resignarmos”, considerando que esta postura “vale para a doença e para a nossa vida”.

Recorde-se que Outubro é o mês internacional da luta contra o cancro da mama e que os objectivos da AMPM passam pelas acções de informação e sensibilização sobre esta temática, bem como pelo apoio a mulheres e homens com patologia mamária. Dinamizar o diagnóstico precoce da doença é outra das premissas desta Associação.