A Junta de Freguesia de S. Sebastião assinou, no passado dia 28, na sede do Clube de Futebol Os Sadinos, contratos programa com treze colectividades da freguesia, num valor total de cerca de 20 mil euros, com o objectivo de contribuir financeiramente para a continuação das actividades desportivas e culturais, promovidas pelo movimento associativo.

Para o presidente da Junta de Freguesia, os contratos programa, além de serem “a forma mais correcta para transferir dinheiro das autarquias para as colectividades porque são feitos com base na actividade concreta da colectividade”, traduzem também “a plena confiança que temos no trabalho desenvolvido pelas colectividades”. Este apoio financeiro manifesta ainda, segundo Nuno Costa, o reconhecimento do trabalho, dedicação e empenho do movimento associativo, sem os quais “seria impossível ao Estado local e central formar tantos milhares de jovens e crianças”.

A solidariedade, o voluntariado e a questão da democracia foram outras componentes do associativismo realçadas pelo autarca que não se conforma com “o apoio praticamente inexistente do Estado central”. O presidente de S. Sebastião pediu aos representantes das colectividades que denunciem esta situação, porque “o Estado central tem que apoiar o movimento associativo popular, dado que este se substitui ao Estado na promoção da cultura e do desporto”.

A mesma ideia foi vincada por Carlos Anjos, da Federação das Colectividades do Distrito de Setúbal, que se mostrou satisfeito pela assinatura dos contratos programa, considerando-a um “acto importante”. O dirigente revelou ainda que está em processo de criação a Associação da Colectividades de Setúbal, “um instrumento importante para a afirmação das colectividades do concelho”.

Núcleo de Amigos do Bairro Santos Nicolau, São Domingos F.C., Núcleo Recreativo Desportivo Ídolos da Praça, G.D. Os Amarelos, U.F. Comércio e Indústria, Remo Clube Lusitano, Núcleo Bicross de Setúbal, Clube de Futebol Os Sadinos, G.D. O Independente, Associação Desportiva de Aikido de Setúbal, Núcleo de Árbitros de Futebol da Cidade de Setúbal, Associação de Setúbal de Dança Desportiva e G.D.S. “Os 13”, foram as colectividades beneficiadas.

A representante do São Domingos fez questão de agradecer o apoio e afirmar que o presidente Nuno Costa é “já mais do que um presidente, é família, um amigo e sócio” e referiu que muitos dos sucessos do clube, como o facto de ter sido o único clube de Setúbal a participar na prova de automobilismo “Setúbal Special Sprint 2016” e ter ganho o principal troféu nessa competição, devem-se também ao apoio da Junta de Freguesia e da Câmara Municipal.

Também o Núcleo Bicross de Setúbal agradeceu a confiança e apoio da Junta de Freguesia de São Sebastião e da Câmara Municipal, sem os quais “os nossos sonhos não se concretizariam”.

“Estes contributos enchem-nos a alma e ajudam, porque não é com o dinheiro das quotas que conseguimos fazer face às despesas”, referiu Madalena Lopes, do G.D. Independente, que acumula funções como presidente da Associação das Festas Populares de São Sebastião que também assinou, anteriormente, um contrato programa para a Festanima.

Os agradecimentos foram transversais a todos os representantes das colectividades apoiadas, que aproveitaram também para divulgar um pouco das suas actividades.