A décima quarta edição da Festanima, certame com espetáculos musicais, gastronomia e divertimentos, a decorrer até domingo nas Escapas de Santos Nicolau, abriu portas na sexta-feira à noite

 

A cerimónia oficial de abertura, realizada na sede do Grupo Desportivo “Os Amarelos”, com as presenças da presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, do vereador Carlos Rabaçal e do presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, Nuno Costa, marcou o arranque das festividades.

No discurso de abertura, Maria das Dores Meira lembrou um pouco da história do certame, que começou há 14 anos, por incentivo da autarca, com o objetivo de “promover o relacionamento entre as diversas associações do bairro e como forma de estas obterem receitas para a sua própria autonomia”.

Por isso, é “com muito orgulho”, confessou a edil, que vê a festa “andar sozinha pela mão do movimento associativo, que criou uma estrutura organizativa que funciona muito bem, mas que conta com o apoio fundamental da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia de S. Sebastião”.

A Festanima, organizada pela Associação de Festas Populares de São Sebastião, com o apoio da Junta de Freguesia de São Sebastião e da Câmara Municipal de Setúbal, conta com o trabalho de muitos voluntários de diversas associações da freguesia, que “dão tudo de si para que os seus associados tenham cultura e desporto. Eles fazem de Setúbal uma cidade cada vez melhor, onde apetece estar”, salientou a autarca.

Esta edição é dinamizada pelo Grupo Desportivo O Independente, pela Associação de Festas Populares de São Sebastião, pela Associação de Moradores Luta do Povo, pelo Clube de Futebol Os Sadinos, pelo Sport Clube Sado, pela delegação de Setúbal da Cruz Vermelha Portuguesa, pelo Curvas Futebol Clube, pelo Núcleo Bicross de Setúbal, pelo Grupo Desportivo Os Amarelos e pela Setúbal Pesca.

Para o presidente da Junta de Freguesia de S. Sebastião, Nuno Costa, a realização de mais uma edição da Festanima prova que Setúbal tem “um movimento associativo muito eclético e com grande capacidade de intervenção”.

O autarca sublinhou que, apesar dos condicionalismos que advêm do facto de ser um certame organizado pelas associações, “o empenho, a dedicação e a perseverança daqueles que estão habituados a trabalhar em prol dos outros fazem com que a festa se realize”.

Convívio, animação musical, gastronomia típica e espaços de exposição são os ingredientes para “uma festa excelente”, nas palavras de Nuno Costa, que destacou, igualmente, a perseverança da presidente da Associação de Festas Populares de São Sebastião, Madalena Lopes.

Presente na abertura do evento, Madalena Lopes pediu aos setubalenses para participarem na festa, “aproveitarem as boas temperaturas que se fazem sentir e o local privilegiado com vista sobre o Sado”.

Às alocuções oficiais, seguiu-se o tradicional percurso pelas ruas do Bairro Santos Nicolau, momento acompanhado pela banda da Sociedade Musical Capricho Setubalense, até ao recinto da Festanima, instalado, como habitualmente, na Avenida Belo Horizonte.

No recinto do certame, já se sentia o cheirinho da comida confecionada nas diversas tasquinhas, dinamizadas pelo movimento associativo.

Muitas pessoas já estavam sentadas nas mesas a provar petiscos como choco frito, lamejinhas, caracóis, choquinhos à setubalense, sandes de choco frito, bifanas e chouriço assado, entre muitos outros.

À medida que a noite caía, chegavam mais pessoas, que ficaram para ver o primeiro concerto desta edição, animado pelo cantor setubalense Clemente.

No sábado foi a vez de Sara Margarida subir ao palco e ontem, domingo, a noite foi dedicada à revista à portuguesa com o espetáculo “A coisa aqui está preta”, com produção de Bruno Frazão.

A grande novidade da 14.ª Festanima é a realização de um espetáculo de fogo de artifício no dia 24, à meia-noite.

A funcionar todos os dias a partir das 18h00, a Festanima proporciona dez dias de animação, sempre com espetáculos a partir das 21h00, que prossegue logo à noite com a atuação do conjunto típico Cantares do Sado, seguida de baile com João Tendeiro.

O concurso de karaoke intercoletividades é o destaque da noite de amanhã, terça-feira, seguido de baile com André Patrão, e, no dia 20, quarta-feira, o programa conta com as atuações de Os Massacotes e de Francisco José, que anima o baile a partir das 22h00.

A 21, realiza-se a final do concurso de karaoke, seguida de baile com Luís Rosa, e, a 22, o palco pertence a Jorge Nice, presença habitual no certame, que conta logo a seguir com mais uma noite de baile com Hélder Cardoso.

Bruna Guerreiro e a Banda Cool animam a noite de 23 de julho e no dia seguinte, domingo, as honras de encerramento do certame cabem à cantora Adelaide Ferreira, após o que se realiza o espetáculo pirotécnico.