Na Feira Festa da Quinta do Conde, no concelho de Sesimbra, o que os visitantes mais procuraram foi “reencontrar e conviver com conhecidos e amigos” e um “bom momento de diversão”, com “comes e bebes tradicionais”, avança o presidente da comissão organizadora. Afonso Esteves refere que público teve ao seu dispor uma “diversidade de produtos”, uma vez que “alugaram várias dezenas de stands”, que retrataram as empresas e o associativismo local.

Feira Festa da Quinta do Conde_2

O responsável pela comissão organizadora da Feira Festa da Quinta do Conde assegura que o certame dinamizou a economia local, uma vez que as empresas presentes são da localidade e do concelho e tiveram a oportunidade de “dar a conhecer os produtos que têm nos seus estabelecimentos”. Afonso Esteves adianta que “em virtude do espaço” que têm para a realização do evento “não há possibilidade de fazer grandes alterações” para o ano.

O representante da organização do evento considera que a única coisa que podem “variar” é o “programa”, que “depende e muito dos apoios que vão ter”. Afonso Esteves reconhece que a “maior dificuldade que têm é a financeira”, que “limita e muito aquilo que podem fazer”.

O também membro da direção da Associação para o Desenvolvimento da Quinta do Conde (ADQC) entende que o ponto alto da feira foi o “último dia”, com um “momento musical com uma artista de renome”, que terminou com “o fogo de artifício”, que todos os anos “atrai um número significativo de pessoas”. Afonso Esteves faz um “balanço positivo” da feira, tendo corrido tudo “como tinham planeado”.

O elemento da comissão organizadora lembra que o número de visitantes ficou condicionado pelo “o tempo que não ajudou em alguns dias” e pelo facto de este evento “coincidir com outras feiras que se realizam em concelhos relativamente perto”, o que “faz dispersar as pessoas”. Afonso Esteves sublinha que “não consegue contabilizar quantas pessoas estiveram presentes na feira festa”, visto que a “entrada é livre”, mas considera que passaram pelo recinto “uns bons milhares de visitantes”, que eram na sua “maioria da Quinta do Conde e dos municípios limítrofes”.

A Feira Festa da Quinta do Conde realizou-se de cinco a 14 de junho e é organizada pela comissão organizadora, que representa o movimento associativo da vila e pela Câmara Municipal de Sesimbra. Este certame é financiado “pela autarquia, pela Junta de Freguesia da Quinta do Conde”,  pela “receita que conseguem com o aluguer dos stands” e pela “revista que é editada todos os anos com anúncios sobre o comércio local” e com a “programação da feira”, esclarece o presidente da comissão organizadora.