Na Feira de Sant’Iago, em Setúbal, os visitantes podem encontrar “produtos que são únicos neste evento, boa gastronomia regional, amigos, inúmeras diversões, um alargado e qualificado programa cultural e desportivo”, bem como “empresas e o movimento associativo do concelho” e “informação sobre a atividade das autarquias”, adianta o Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Setúbal. O respetivo gabinete acrescenta que a “sociabilidade, a diversão, a cultura e a gastronomia”ganharam um “lugar de destaque no evento”, que assumiu o “papel de festividade popular de Setúbal”.

Feira de Santiago_6

Os responsáveis pela organização da Feira de Sant’Iago garantem que a originalidade do certame, deste ano, reside no facto de haver um “pavilhão da câmara municipal” e o “espaço bocageano, dedicados ao tema deste ano”, que é os 250 anos do nascimento de Bocage, “a mostra de artesanato, a criação de novos espaços de animação cultural, o Bocage à solta pela feira” e “algumas provas desportivas”. A autarquia entende que o “não pode nomear” um ponto alto do evento, por serem “muitos, desde os pequenos aos grandes espetáculos”, passando pelas “atividades desportivas e pelas exposições”.

Os membros da organização do evento consideram que as pessoas devem ir à Feira de Sant’Iago, porque é o “grande ponto de encontro anual de todos os setubalenses” e de “quem visita a cidade”. O Gabinete da Presidência da câmara, com o objetivo de atrair um maior número de visitantes apostou “na qualificação do parque e do evento, a par da diversificação da oferta” e do “programa que oferece aos participantes”.

A autarquia tem como desafio atingir o mesmo número de visitantes, que no ano passado, que foram “cerca de 300 mil”, o que dá “uma média diária de 30 mil”. A Feira de Sant’iago vai realizar-se no Parque Sant’Iago, em Setúbal, de 24 de julho a dois de agosto.

Este evento está orçado em cerca de 400 mil euros e é financiado pela Câmara Municipal de Setúbal, sendo que também é gerador de receita. A organização está a cargo da câmara municipal, mas para garantir o seu funcionamento e sucesso, o certame conta com o envolvimento e empenho das demais autarquias, do movimento associativo, das empresas e instituições e dos setubalenses e visitantes.