Os Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 arrancaram na sexta-feira com uma cerimónia de abertura que evidenciou a força do movimento associativo, patente num programa de atividades desportivas que decorreu até domingo

“Nestes jogos mostramos a capacidade e a força únicas do movimento associativo”, exaltou a presidente da Câmara Municipal de Setúbal, Maria das Dores Meira, sexta-feira à noite, no Auditório José Afonso, na cerimónia oficial de abertura de um evento que proporciona a jovens a participação em atividades desportivas com as componentes de competição e de convívio.

Em ambiente de festa, mais de um milhar de pessoas assistiram à cerimónia, apresentada por João Manzarra, que marcou, com demonstrações de modalidades e apontamentos musicais pelos municípios participantes, o início do calendário dos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016.

Esta edição, com os atletas Simone Fragoso e Rafael Gil como embaixadores, que marcaram presença no arranque do evento, e o Comité Olímpico de Portugal como patrono, integrada no programa Setúbal Cidade Europeia do Desporto 2016, envolveu cerca de três mil jovens, com idades entre os 11 e os 16 anos.

Os Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016, que incluíram a participação descentralizada pelos nove municípios da Península de Setúbal, contaram com “o empenhamento do poder local democrático na construção de uma sociedade em que o desporto é parte essencial do fortalecimento da cidadania”, assinalou a autarca.

As atividades, de fomento da atividade desportiva entre os mais novos, decorreram em 23 espaços desportivos dos municípios participantes, Almada, Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela, Seixal, Sesimbra e Setúbal.

O programa oficial contou com mais de duas dezenas de ações, incluindo, em Setúbal, no dia 4, uma competição de atletismo no Complexo Municipal de Atletismo, envolvendo a participação de crianças nascidas entre 2003 e 2004 no salto em comprimento, arremesso de bola, lançamento do peso e provas de 60 e 600 metros.

Ainda no sábado, decorreu uma prova de natação na Piscina Municipal das Manteigadas. A 5, realizou-se um torneio de andebol no Pavilhão Desportivo de Vendas de Azeitão.

A realização de um evento de boccia, dia 3, no Seixal, foi outro dos eventos de relevo no calendário desportivo nos três dias de competição, com organização a cargo das nove autarquias, da Associação de Municípios da Região de Setúbal, do movimento associativo, de escolas e de associações distritais das modalidades aderentes.

 

“Fomos e somos, nesta península, vanguarda na promoção do desporto para todos, o desporto em que não há exclusões, onde quem quer participar, participa, onde quem quer competir, compete, onde quem quer assistir, assiste”, acentuou a presidente da autarquia, ao apontar o evento como “um momento de plenitude desportiva e participativa”.

Os Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 não são feitos apenas de competição. A criação de um espaço de convívio e de estímulo à prática desportiva dos jovens, de âmbito intermunicipal, é um dos objetivos do programa, que acaba por agregar outras funções, nas áreas da educação e da economia.

Atletismo, natação, andebol, basquetebol, beisebol, surf, bodyboard, canoagem, ginástica de trampolins, futebol de 7 e de 11, futsal, hóquei em patins, judo, karaté, natação, orientação, ténis, ténis de mesa, vela, voleibol, xadrez e boccia foram as modalidades presentes do certame desportivo.

O movimento associativo de raiz popular do calendário de atividades dinamizadas ao longo do fim de semana ficou patente no arranque dos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016, com o público presente no Auditório José Afonso a apreciar um conjunto de iniciativas do desporto à cultura.

Primeiro, com um desfile pelos nove municípios participantes, depois com a apresentação da bandeira do evento e uma demonstração de ginástica acrobática pelo Grupo Desportivo de Alfarim, Sesimbra.

Já a Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros” proporcionou uma coreografia de ginástica rítmica, enquanto o grupo “Almada – Respiramos Desporto”, projeto que envolve diversos clubes e associações, apresentou ginástica acrobática e dança.

Uma atuação de dança adaptada pela Wheel Dance, da Associação de Paralisia Cerebral de Almada/Seixal, um momento de percussão pelo Grupo Batucando, do Montijo, e um espetáculo de danças sevilhanas pela Associação de Danças Sevilhanas Rocieiras de Alcochete foram outras das atuações dos municípios.

Setúbal marcou presença com uma demonstração de patinagem artística pelo Clube de Patinagem do Sado, enquanto a Dança Coolture, do Barreiro, apresentou hip-hop, e a Sociedade Filarmónica Estrela Moitense, danças de salão.

Os Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2016 atribuíram medalhas especiais aos três primeiros classificados de cada competição, além de distinguir todos os atletas e três responsáveis de cada equipa.