Assinalou-se, no dia 25 de julho, o Dia do Município de Santiago do Cacém. A 1.ª edição do Santiago Style Weekend, nos dias 22 e 23, e o concerto com a Orquestra Ligeira do Exército, no dia 24 de julho, foram os pontos altos das comemorações deste ano, marcadas também pela inauguração de um monumento em homenagem aos ex- -combatentes falecidos na Guerra Colonial e na Grande Guerra, igualmente no dia 24.

As três iniciativas foram os momentos mais marcantes do fim de semana prolongado no Município, com várias iniciativas um pouco por todo o território, que contaram com uma participação massiva da população. Um bom exemplo foi a 1.ª edição do Santiago Style Weekend, que encheu as ruas de Santiago do Cacém, nas noites de 22 e 23 de julho. Margarida Santos, Vice-Presidente da CMSC, destaca a “forte adesão por parte dos comerciantes”, bem como “a dinâmica que trouxe à cidade nas noites em que decorreu. O tempo ajudou e apetecia estar na rua, ver as lojas, conviver, ouvir a música e ver a animação. O balanço é positivo. É uma iniciativa a continuar, a melhorar”. Margarida Santos sublinha o feedback que tem vindo a chegar à Câmara, nomeadamente “pequenos apontamentos e coisas que as pessoas vão reparando e já querem melhorar. É sinal que aderiram. O Santiago Style Weekend 2017 vai ter de acontecer, seja em que moldes for, e venham as boas ideias e as boas críticas para que, para o ano, ainda consigamos fazer melhor, com mais dinâmica e mais comerciantes na rua”, desafia a Vice-Presidente da Câmara Municipal.

SANTIAGO_STYLE_WEEKEND_foto_CMSC (3)

A manhã do dia 24 de julho contou também com um momento marcante, com a inauguração do monumento de homenagem aos combatentes oriundos do Município de Santiago do Cacém, falecidos na Guerra Colonial e na 1.ª Grande Guerra, junto ao Auditório Municipal António Chainho. “É uma justa homenagem do nosso Município àqueles que deram a vida pelo seu País”. Margarida Santos enaltece igualmente a presença, na cerimónia, de “muitos outros que, felizmente, não caíram em cenário de guerra”, que fizeram questão de juntar-se à iniciativa e de contribuir para fazer perdurar esta memória. A concretização deste monumento teve o “forte cunho do Núcleo da Liga dos Combatentes do Concelho de Santiago do Cacém. Era um projeto que eles já tinham há muito tempo”, recorda a Vice-Presidente da CMSC.

Também no dia 24, à noite, a Quinta do Chafariz em Santiago do Cacém encheu-se para assistir ao concerto da Orquestra Ligeira do Exército. Margarida Santos não tem dúvidas em afirmar que “foi um concerto magnífico”, opinião essa corroborada “por muitas pessoas. Foi um concerto de grande qualidade do ponto de vista musical, com músicos excelentes”, destacando também “um reportório acessível, com músicas portuguesas e estrangeiras bastante conhecidas, que cativou o público”. O som e as luzes, num cenário bonito como a Quinta do Chafariz, foram igualmente elementos que potenciaram o espetáculo. Também neste concerto, foram já muitas as pessoas que fizeram chegar “a sua manifestação de agrado. Esperemos que, um dia, tenhamos oportunidade de voltar a ter connosco a Orquestra Ligeira do Exército, que dignificou muito o Dia do Município, o Dia de Santiago do Cacém”, conclui a Vice-Presidente da CMSC.