A Câmara Municipal aprovou ontem, em reunião pública, a celebração de um protocolo de colaboração com o Clube Amadores de Pesca de Setúbal, no âmbito da dinamização da segunda fase do Centro Náutico Municipal de Setúbal

 

Com esta parceria, a segunda fase do Centro Náutico Municipal de Setúbal, a funcionar temporariamente no antigo edifício da empresa Sadonaval, zona para a qual está projetado o Terminal 7, passa a disponibilizar aos munícipes e utilizadores daquele serviço a modalidade de pesca.

“Da criação desta sinergia beneficiará o desporto em geral e a população setubalense em particular, uma vez que se pretende aliar ao conhecimento e experiência na modalidade possuído pelo Clube Amadores de Pesca de Setúbal os recursos sob gestão do município”, destaca a deliberação camarária.

O protocolo de colaboração inclui a cedência de espaços no antigo edifício da Sadonaval ao Clube Amadores de Pesca de Setúbal por um ano, renovável por iguais períodos, que assegura o desenvolvimento de um conjunto de atividades relacionadas com a modalidade da pesca.

O Centro Náutico Municipal de Setúbal, atualmente com as valências de canoagem e vela, dinamizadas em parceria com o Clube de Canoagem de Setúbal e com o Clube de Vela do Sado, funciona no Parque Urbano de Albarquel, primeira fase, e no antigo edifício da Sadonaval, segunda fase.

A deliberação camarária destaca a “elevada beleza natural” e as “privilegiadas condições existentes no rio Sado e nas zonas ribeirinhas da cidade”, concretamente no Parque Urbano de Albarquel e na Praia da Saúde, para considerar que a nova oferta do Centro Náutico Municipal deverá “ter uma larga adesão”.