A Câmara Municipal da Moita aprovou, na sua última reunião, realizada a 7 de setembro, a cedência de um terreno, em direito de superfície, com uma área de 3 805m2, com um valor patrimonial de mais de 1 milhão de euros, localizado na Rua D. Manuel I, na Moita, à Raríssimas – Associação Nacional de Deficiência Mentais e Raras.

Este terreno destina-se à construção da “Casa dos Marquinhos”, pela Raríssimas, um equipamento para desenvolvimento de atividades dirigidas às causas e respostas sociais de Creche, Lar de Infância e Juventude para crianças com deficiência, alargando assim a “Casa dos Marcos” a uma população ainda mais jovem e mais desfavorecida.

Nesta reunião, a Câmara Municipal cedeu também um imóvel, a título gratuito e no regime de comodato, situado na Rua João Luís da Cruz n.º 27, na Moita, à Rumo, com vista ao desenvolvimento da resposta social de Equipa de Protocolo de Rendimento Social de Integração.

De referir que a Rumo foi a entidade selecionada pelos serviços da Segurança Social enquanto Entidade de Protocolo de Equipas de Rendimento Social de Inserção responsável pelos territórios de Alhos Vedros, Baixa da Banheira, Gaio/Rosário, Moita e Sarilhos Pequenos. Esta função envolve o acompanhamento das famílias beneficiárias de Rendimento Social de Inserção, com o objetivo de trabalhar a sua inclusão, combatendo a pobreza e a exclusão social. Esta equipa de Rendimento Social de Inserção acompanha 1 036 famílias, num total de 2 133 munícipes.

Celebração de contratos-programa

Ainda na sequência do trabalho municipal na área social, a Câmara Municipal da Moita aprovou a celebração de contratos-programa com seis instituições sociais do concelho: CERCIMB, Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Moita, Rumo, Grupo de Dadores Benévolos de Sangue da Moita, Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos da Zona Norte da Baixa da Banheira e Associação de Dadores de Sangue da Baixa da Banheira, contemplando, para este efeito, uma verba total de 6 950 euros.

No campo cultural e desportivo, foram igualmente aprovados os contratos-programa a celebrar com a Banda Musical do Rosário, o Grupo de Futebol Azul e Ouro, o Núcleo de Cicloturismo Moitense, o Grupo Desportivo da Fonte da Prata, a Academia Musical e Recreativa 8 de Janeiro, a Sociedade Recreativa da Baixa da Serra, o Grupo Columbófilo de Alhos Vedros e a Casa do Benfica n.º 102, na Baixa da Banheira, totalizando um apoio global de 8 903 euros.