A recriação do tradicional Banho de São Romão voltou a ser o ponto alto da festa realizada na Costa de Santo André, entre os dias 12 e 15 de agosto, tendo suscitado a curiosidade e a adesão de muitos turistas nacionais e estrangeiros, que, por esta altura, visitam o Município. A edição de 2016 da Festa de São Romão – uma organização da Junta de Freguesia de Santo André, com o apoio da Câmara Municipal de Santiago do Cacém – foi um sucesso com grande dinâmica ao longo dos quatro dias.

O Grupo de Dança Típica da Queimada – Valinho da Estrada (Melides) voltou a recriar com grande detalhe, nos dias 13 e 14, na praia da Costa de Santo André, a tradição do Banho de São Romão, único dia do ano (até meados do século passado) em que a população do interior do Município vinha à praia, tradicionalmente no final da faina agrícola. Não faltou o habitual farnel, com muitas iguarias locais e regionais – que fizeram as delícias dos presentes, que foram convidados a juntar-se ao Grupo e a degustar os petiscos – e claro, como não poderia deixar de ser, o banho, com mulheres de saias e homens de calças arregaçadas. Também elementos da população fazem questão de se juntar à festa e de se trajarem à época.

A Festa de São Romão mostrou a sua diversidade e adaptação aos dias de hoje ao longo dos quatro dias e não faltaram as frutas, as doçarias e o artesanato da região, bem como uma animação constante, que contou com aulas de zumba com Milena e Catarina Cabrito (dia 12), Flor (dia 13), exibição de dança Kizomba Me (dia 14) e Tó mané (dia 15); uma atuação do grupo Tem Avondo (dia 12), Cante Alentejano com os “Baldoregas” (dia 13) e com o Grupo À Cante Alentejano Vozes de Além’Tejo (dia 14), e uma atuação da Sociedade Recreativa Filarmónica União Artística de Santiago do Cacém (dia 15). A festa contou também com os tradicionais bailes, com Ana e Luís Vicente (dia 12) Sandrine Ramos (dia 13), Ana e Edgar (dia 14) e Irmãos Cabanas (dia 15).