O coordenador do Gabinete da Juventude da Câmara Municipal de Setúbal aponta como próximo desafio da Meia Maratona Fotográfica, que todos os anos se realiza no concelho, “tentar que a iniciativa seja mais visível”, e que “tenha mais participantes”. Hugo Tavares pretende ainda que o evento “supere as expectativas daqueles que não participam pela primeira vez” e para tal garante que vão “estudar internamente as possíveis iniciativas que podem vir a realizar”.

12ª_Meia_Maratona_Fotográfica_08 (2)

O responsável pelo Gabinete da Juventude da autarquia de Setúbal adianta que com o objetivo de atrair mais participantes para a próxima edição da Meia Maratona Fotográfica pretendem “apostar mais na divulgação” da atividade e “contactar novos parceiros”. Hugo Tavares lembra que apesar de todos os esforços do gabinete a “participação continua a ser uma incógnita”, porque “depende de fatores externos”, como “o tema”, a que vai ser subordinada a atividade, e as “próprias condições climatéricas”.

O membro da organização do evento avança que para o ano vai haver mais Meia Maratona Fotográfica, uma vez que a “iniciativa já está sedimentada”, tendo como finalidade “mostrar através da fotografia o município de Setúbal”, dando a “conhecer pormenores culturais e naturais que enaltecem o concelho”. Hugo Tavares acrescenta que esta meia maratona “vai ao encontro dos que manifestam interesse e gosto pela arte fotográfica”, bem como “proporciona momentos de lazer e convívio aos participantes e aos seus acompanhantes”.

O representante da comissão organizadora considera que para além de “estimular o gosto e interesse pela fotografia”, através da “atribuição de prémios”, esta iniciativa permite a realização de uma “exposição itinerante” que, neste momento, “está na Casa da Cultura em Setúbal”, com as “vinte melhores fotografias”. Esta exposição “vai percorrer várias instituições do concelho”, até a “próxima edição da Meia Maratona Fotográfica”, que se realiza em março de 2016, explica Hugo Tavares.

Na 12ª Meia Maratona Fotográfica de Setúbal Ana Castela foi a vencedora, tendo ganho o primeiro lugar na categoria digital, com duas fotografias galardoadas com menções honrosas. Sofia Jorge ficou em segundo lugar e Marta Banza em terceiro. Participaram no evento “perto de três dezenas de fotógrafos amadores”, sendo a “maioria da grande de Lisboa e da península de Setúbal”, refere o coordenador do Gabinete da Juventude.

O elemento da organização recorda que a realização da meia maratona só foi possível com “a ajuda dos parceiros da cidade”, que são “mecenas desta iniciativa”. Hugo Tavares esclarece que todos os anos é criado um júri que analisa as fotografias segundo o “tema, os subtemas, a qualidade e a imaginação”.

O júri deste ano foi Hugo Tavares, coordenador do Gabinete da Juventude da autarquia de Setúbal, Mário Peneque, fotógrafo da câmara municipal, André Carvalho, vencedor da 11ª edição da Meia Maratona Fotográfica de Setúbal, José Luís Andrade, diretor do jornal digital Setúbal na Rede e especialista em retórica visual e a professora Cília Costa em representação do Centro de Estudos Bocageanos. A 12ª Meia Maratona Fotográfica de Setúbal teve como tema “Bocage: Vida e Obra”, dado que se assinala o 250º aniversário do seu nascimento.