João Marrana, cabeça de lista do PDR pelo círculo eleitoral de Setúbal: “Conosco não há negócios escuros” Click To Tweet

O cabeça de lista do Partido Democrático Republicano (PDR) pelo círculo eleitoral de Setúbal não quer fazer promessas que não possa cumprir e que para fazer uma distribuição justa da riqueza, é preciso criá-la em primeiro lugar”. Se for eleito vai estar muito atento à questão do investimento” porque é a única forma de criar emprego, mas também quer lutar pelas pessoas que estão a sofrer, vítimas da pobreza”, promovendo o distrito de Setúbal, em todo o mundo, como um local privilegiado para investir, para fazer turismo, para viver”. João Marrana pretende “dedicar tempo às pessoas, aos problemas que estas enfrentam e menos às ambições pessoais de quem ocupa cargos públicos”, potenciando a participação de todos para atrair investimento e combater os problemas da região.



O Secretário-Geral do Partido Democrático Republicano considera que o distrito de Setúbal tem potencialidade para captar investimento, nacional e estrangeiro, com o objetivo de criar emprego e bem-estar social – “Setúbal já provou que tem esta capacidade” – e acredita ter aqui um exemplo de concertação entre investidores e trabalhadores que possa ser uma referência para toda a Europa.


João Marrana do PDR: “uma coisa confortável para os portugueses, nem PS, nem PSD conseguem a maioria” Click To Tweet

O Membro Fundador do PDR entende que as pessoas devem votar no partido, porque são “os únicos que verdadeiramente lutam contra a corrupção”, que são “os únicos que tem sempre presente as necessidades dos mais fracos e desprotegidos” e porque é “um partido de gente séria que quer o bem de Portugal”.



João Marrana refere que o PDR quer que metade dos deputados passe a ser eleita em círculos uninominais”, juntando o sistema partidário a independentes, para que os eleitos fiquem obrigados a prestar contas às pessoas que os elegem” de forma a acabarcom a tirania dos partidos políticos” e conseguir devolver a política às pessoas”. O objetivo do PDR é a verdade e transparência na vida política e um sistema político onde as regiões estejam representadas”.


João Marrana, candidato pelo círculo de Setúbal: “os vendedores da banha da cobra estão no poder há muito… Click To Tweet

O candidato pelo círculo eleitoral de Setúbal considera que falta contato direto com as pessoas e com os seus problemas, falta razoabilidade nas decisões e falta conhecimento da realidade” e pretende estar disponível para ouvir as pessoas, tornando-se o porta-voz dos seus problemas na Assembleia da República”, denunciandoas situações de abuso de poder, de usurpação de competências” e “de decisões ‘encomendadas’ para beneficiar alguns, regra geral sempre os mesmos.



LogoPDRO cabeça de lista às próximas eleições legislativas divide os problemas do distrito entre a consequência direta do estado geral do país e em questões específicas da região, considerando que o emprego é a grande prioridade” e que Portugal tem dinheiro para combater a pobreza. Para libertar estes recursos e distribui-los por quem precisa, o PDR tem coragem para enfrentar os interesses e para rever as PPP´s, acabando com os lucros não justificados”.



O elemento do partido sublinha que as causas dos problemas sociais e da pobreza são bem conhecidas”, listando como principaiso desinvestimento, as falências, o desemprego, os lucros excessivos de uns e a asfixia de outros” e que o atual conjunto das respostas sociais quando chegam, vêm tarde e desenquadradas”. Na sua opinião, o distrito de Setúbal precisa degente que o defenda” e crie uma sociedade unida com osideias republicanos de liberdade, justiça e solidariedade”.


Autoria e coordenação: José Luís Andrade

Redação: JL Andrade

Video e som: José Luís Andrade

Apoio: Instituto Politécnico de Setúbal