José Duarte, cabeça de lista do PURP por Setúbal procura o “bem comum com equilíbrio e justiça” Click To Tweet

O cabeça de lista do Partido Unido dos Reformados e Pensionistas (PURP) pelo círculo eleitoral de Setúbal entende que as pessoas devem votar no PURP, porque “é um partido que nasceu de um verdadeiro movimento de cidadãos sem dogmas” e em que o “objetivo é o bem comum com equilíbrio e justiça”. José Duarte acrescenta que, caso seja eleito, quer ser um “deputado presente a nível nacional” e a “nível distrital” e que vai fazer “questão que faça parte da sua agenda receber as pessoas de forma a inteirar-se das suas preocupações”.



O candidato do Partido Unido dos Reformados e Pensionistas garante que se for eleito vai fazer com que as “pessoas percam o medo” e que “denunciem as situações que considerem injustas”. José Duarte assegura que “todas as reclamações vão ser enviadas para um órgão independente sem que as estruturas locais tenham acesso à identificação do reclamante”, isto de modo a “eliminar as represálias locais”.


O cabeça de lista do Partido Unido dos Reformados e Pensionistas: “As pessoas têm medo de reclamar” Click To Tweet

O elemento do PURP adianta que a prioridade vai ser “resolver as situações que tragam benefício ao distrito” e que vai “utilizar toda a sua influência junto dos órgãos decisores” em benefício da comunidade. José Duarte avança que no futuro “gostaria de ver o distrito de Setúbal como um distrito próspero, dinâmico, com metas e objetivos a atingir” e com “muita qualidade de vida”.



logo_purp_grO também reformado considera que as potencialidades do distrito de Setúbal “não têm sido aproveitadas”, sendo necessário investir “no turismo e na investigação”, nomeadamente na “investigação marítima”, que vai “potencializar a marinha” e a “inovação em diversas áreas em colaboração com as universidades e politécnicos instalados no distrito”. José Duarte lembra que é “importante juntar o saber ao fazer, as indústrias metalomecânicas, a agricultura” e um “sem número de recursos naturais que estão sub aproveitadas”.


José Duarte do PURP: “Se quisesse pessoas para governar tão mal, não conseguia arranjá-las em lado nenhum” Click To Tweet

O fundador do PURP refere que para conduzir o distrito de Setúbal ao desenvolvimento é necessário um “plano de desenvolvimento nacional” em concertação com as “autarquias”, pois são elas quem “aprovam projetos”. José Duarte defende que no futuro torna-se importante perceber se as câmaras municipais “querem atrair investimentos e dinamizar as economias locais” ou se vai “continuar a existir entraves a projetos que tragam desenvolvimento e bem-estar para as populações”.



O cabeça de lista por Setúbal sublinha que com o objetivo de minimizar os problemas da região pensa pôr em prática “políticas de crescimento sustentado e de emprego”, de forma a “fixar a população”, nomeadamente no “interior” com a finalidade de “criar motivação esperança de vida” e “crescimento acima da media europeia”. José Duarte esclarece que só com “crescimento e emprego” é que vão poder construir uma “sociedade mais justa”.



O membro do partido revela que é prioritário “identificar com o poder local o caminho que se pretende seguir e em que áreas”, saber se os “autarcas querem mobilizar investimentos ou não” e se os “seus mandatos querem dinamizar localmente a política de crescimento e emprego” ou se “preferem burocracias e obstáculos a esse desenvolvimento”. José Duarte afirma que a prioridade do partido são as “pessoas, os pensionistas” e os “reformados”, sendo “inadmissível que pessoas idosas morram nas urgências dos hospitais”.


Autoria e coordenação: José Luís Andrade

Redação: Marlene Brito

Video e som: Pedro Soares, Francisco Matias e José Luís Andrade

Apoio: Instituto Politécnico de Setúbal