Entre as várias provas de âmbito nacional que vão integrar o programa desportivo da Setúbal 2016, que tem um orçamento de 500 mil euros, está uma etapa da Volta a Portugal em Bicicleta Setúbal vai receber, no próximo ano, uma etapa da Volta a Portugal em Bicicleta, revelou ao Diário da Região, o vereador com o pelouro do Desporto da Câmara Municipal de Setúbal, Pedro Pina, ontem, em Bruxelas, onde autarquia recebeu a bandeira de Cidade Europeia do Desporto 2016, numa cerimónia no Parlamento Europeu, onde participou a ex-atleta Rosa Mota.
“Havia uma forte vontade, fizemos esse esforço, e chegámos a acordo com a organização”, disse Pedro Pina, confirmando que a prova rainha do ciclismo português volta a passar por Setúbal 40 anos depois da ultima vez.
A bandeira de Cidade Europeia do Desporto foi entregue, pela ACES Europe – Associação das capitais e Cidades Europeias do Desporto a todas as capitais europeias de 2016 e os discursos dos vários responsáveis europeus tiveram em comum a apologia do papel do Desporto como factor de integração e de aproximação entre os povos europeus.
Santiago Fisas, do recém-criado grupo de Desporto do Parlamento Europeu, afirmou que “os franceses estão no coração de todos nós” e que “o desporto é um factor para o desenvolvimento, saúde e integração das pessoas”.
Andrey Kovatchev, membro da presidência do Parlamento Europeu, classificou o Desporto como “uma ferramenta para o compromisso social”, enquanto Jens Nymand Chistensen, da Comissão Europeia, o definiu como uma espécie de farol. “ A Europa tem diante de si a escuridão e as duvidas e o desporto é para da luz de que necessitamos”, disse.
Setúbal esteve representada pela presidente da Câmara Municipal, Maria das Dores Meira, pelo vereador com o pelouro do Desporto, Pedro Pina e pela antiga campeã mundial da Maratona, Rosa Mota, madrinha da candidatura sadina.
José Mourinho, patrono da candidatura setubalense, também tinha confirmado presença na cerimónia mas acabou por faltar devido a compromissos profissionais. O treinador do Chelsea foi convocado para uma reunião no clube londrino pelo que não se deslocou a Bruxelas.
Mourinho enviou, no entanto, uma mensagem à presidente da Câmara, em que deseja sucesso à cidade na realização do próximo ano.