Criador e fundador da Sala de Troféus morre aos 93 anos

Josué Monteiro, sócio número 3 e histórico dirigente do Vitória, faleceu ontem aos 93 anos de idade em Setúbal. O antigo vice-presidente deu o seu nome à Sala de Troféus, que durante décadas albergou o espólio do clube no Estádio do Bonfim que o próprio fundou.

Para homenagear o empresário, nascido em a 28 de Maio de 1922 na cidade sadina, o emblema vitoriano, cuja bandeira se encontra desde ontem a meia haste, solicitou à Liga de Clubes a realização da cerimónia de um minuto de silêncio no jogo de domingo frente ao Moreirense.

“Com a partida de Josué Monteiro parte também um pedaço da história deste centenário clube e a direcção vem, publicamente, endereçar sentidas condolências à sua esposa, filhas e restante família”, escreveram ontem os responsáveis do clube no ‘site’ oficial.

O corpo de Josué Monteiro, que era o sócio vivo mais antigo e detentor do emblema de diamante por ser filiado no Vitória há mais de 75 anos, está desde ontem em câmara ardente na Capela de São Paulo, em Vanicelos. O funeral realiza-se hoje, a partir das 16 horas, no Cemitério da Nossa Senhora da Piedade, em Setúbal.

À família enlutada, o Diário da Região, que esteve presente na casa do ex-dirigente no Largo de Palhais aquando da celebração do seu 93.º aniversário, a 28 de Maio de 2015, manifesta o seu pesar pela perda de Josué Monteiro.