José Couceiro, treinador do Vitória, quer maior eficácia no ataque já na partida de domingo (16 horas), no Bonfim, frente ao Marítimo. Depois de os avançados se terem revelado perdulários nas duas jornadas anteriores, que coincidiram com os desaires sofridos com Paços de Ferreira e Sp. Braga, a equipa treinou ontem a finalização na sessão que decorreu à porta aberta no estádio.

Os atacantes André Claro, Edinho, Meyong, Zé Manuel, bem como o defesa Frederico Venâncio, foram os homens que participaram nos exercícios de treino específico.  Além da preocupação com a melhoria dos índices de eficácia, sobretudo depois do desacerto revelado no sábado no duelo com os bracarenses, José Couceiro insistiu no treino na organização e nas movimentações a adoptar em campo.

Após várias semanas de ausência, quem deu sinais de estar recuperado e poder ser opção para o técnico diante dos madeirenses foi o defesa Toni Gorupec. O croata, que nos últimos dias fez treino específico devido a lesão muscular, integrou a sessão sem limitações, deixando vários bons pormenores. Na retina dos adeptos que presenciaram o treino ficou um cruzamento milimétrico, de pé esquerdo, a assistir Zé Manuel para um golo de cabeça.

No entanto, nem tudo são boas notícias para José Couceiro. O lateral-esquerdo Nuno Pinto, que tem sido presença assídua no onze, não participou na sessão de ontem e está em dúvida para domingo. Em causa está uma lesão muscular na face anterior da coxa direita contraída na partida em Braga. O defesa, que se limitou a fazer corrida na sessão matinal, é hoje reavaliado pelo departamento médico.

Tal como ontem, o plantel volta hoje, pelas 10 horas, ao Estádio do Bonfim para continuar a preparar a estratégia a utilizar na recepção de domingo aos madeirenses. Ao contrário de ontem, a sessão realiza-se à porta fechada.

Entretanto, o Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol nomeou o juiz Carlos Xistra, da Associação de Futebol de Castelo Branco, para dirigir o encontro entre Vitória e Marítimo. Jorge Cruz e José Braga serão os assistentes e Luís Máximo o 4.º árbitro num jogo que terá Artur Cadilhe como observador.

Ricardo Lopes Pereira