A Comissão de Utentes da Saúde da Baixa da Banheira realizou uma sessão pública, exigindo mais médicos e melhores condições para o Centro de Saúde da Baixa da Banheira, explicando que é necessário construir um novo equipamento.

A população presente na sessão pública exigiu exige mais médicos, melhores serviços e um centro de saúde que tenha condições para atrair mais técnicos de saúde para a Baixa da Banheira, tendo sido aprovada uma resolução.

Na sessão pública marcaram presença Rui Garcia, presidente da Câmara da Moita, Nuno Cavaco, presidente da União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira e Paula Santos, deputada do PCP na Assembleia da República

A comissão defende mais médicos, enfermeiros e os outros operacionais e técnicos de saúde para suprir as faltas no quadro de pessoal efectivo do Centro de Saúde da Baixa da Banheira, bem como a construção do novo centro de saúde da Baixa da Banheira, considerando que a situação actual é “caótica e preocupante”.

A comissão salienta que a falta de médicos apenas se resolve com a construção do novo Centro de Saúde, uma ambição antiga, referindo que o actual, que funciona num prédio, não tem condições e não atrai profissionais para o local.

Apesar de existir a garantia do governo que a construção do equipamento vai avançar, a comissão refere que é preciso ver a obra no terreno, lembrando que já foi diversas vezes adiada.