As Comissões de Utentes de Saúde do Arco Ribeirinho vão realizar amanhã, dia 28 de Outubro uma acção de protesto junto ao hospital do Barreiro, exigindo um reinvestimento no Centro Hospitalar Barreiro/Montijo e mais profissionais.

As comissões de utentes dos quatro concelhos do arco ribeirinho – Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete, referem que existem “elevados tempos de espera e a inerente incapacidade de respostas efectivas, causando situações de ruptura nos serviços de urgências, consultas externas e cirurgias, essencialmente causadas pela enorme carência de profissionais de saúde no Hospital do Barreiro”.

“Tem havido um grande desinvestimento no Serviço Nacional de Saúde de sucessivos governos que se traduziram na desvalorização dos profissionais de saúde e das suas carreiras e ainda no subfinanciamento das unidades hospitalares”, referem as comissões em comunicado conjunto.

As comissões salientam ainda que é necessária a contratação de técnicos e outros profissionais de saúde.

“É preciso substituir os muitos em falta nos quadros de pessoal daquele equipamento, 55 médicos, 65 enfermeiros, 40 assistentes operacionais e 11 técnicos de diagnóstico e terapêutica”, defendem.

Os utentes referem que é preciso repor o investimento no Centro Hospitalar Barreiro/Montijo, dotando-o dos “recursos financeiros, humanos e técnicos necessários para que preste cuidados de saúde de qualidade e em tempo útil”.

A acção de protesto está agendada para as 09:00, junto ao portão do hospital do Barreiro.