Iniciativa visa dar a conhecer a espécie cultivada na zona do Cabo Espichel e Meco e fomentar contacto entre produtores e consumidores

A 4.ª Mostra da Maçã Camoesa ou Férrea Azoia, Sesimbra, arrancou com a realização de um colóquio sobre valorização dos produtos locais, realizado na última segunda-feira, e prossegue já na próxima sexta-feira, prolongando-se até domingo.

“À semelhança dos anos anteriores, a mostra conta com a presença de vários produtores desta maçã, doçaria à base deste fruto, pão, Queijo da Azoia, produtos confeccionados com Figo da Índia, hortofrutícolas, chás, compotas e artesanato”, revela a Câmara Municipal de Sesimbra. Dar a conhecer esta espécie, cultivada na zona do Cabo Espichel e Meco, junto do público em geral, e fomentar o contacto directo entre produtores e consumidores, é o objectivo da mostra.

Já amanhã, a partir das 10h30, na sala de formação do Mercado Municipal de Sesimbra, o certame decorre com a apresentação de um “show coocking”, orientado por Lucília Baioneta. Esta actividade pretende demonstrar que esta espécie de maçã – que se desenvolve com características muito particulares na zona do Cabo Espichel – pode ser confeccionada de várias formas e contribuir para uma alimentação mais saudável. Os dias 1 e 2 de Outubro, sábado e domingo, estão reservados para uma mostra e venda de variedades de Maçã Camoesa, entre as 9h30 e as 14h00, na Moagem de Sampaio. Ainda nestes dois dias, no mesmo local, o programa é preenchido com a actividade “Maçãs Com Arte”, um conjunto de oficinas de construção, pintura e jogos de tabuleiro, dinamizadas pelo Serviço Educativo do Museu Municipal de Sesimbra, que pretendem destacar os benefícios deste fruto para a saúde.

A 4.ª Mostra de Maçã Camoesa ou Férrea Azoia é organizada pela Câmara Municipal de Sesimbra, em parceria com a Junta de Freguesia do Castelo e a Direcção Regional de Agricultura e Pescas de Lisboa e Vale do Tejo.