O secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, afirmou que espera assinar um memorando para formalizar a localização do aeroporto complementar à Portela no Montijo até ao fim da legislatura.

“Vamos ver se há condições para isso. Eu espero que seja possível assinar um memorando com diversas partes onde nos comprometemos com a localização. Mesmo que não seja possível, julgo que a decisão será essa e tudo ficará preparado para que o Montijo seja a alternativa complementar à Portela”, disse, à margem da assinatura do Consórcio “viaLisboa”, que decorreu no Barreiro.

Sérgio Monteiro defendeu que é importante que se evite a necessidade de um novo aeroporto que reduzia a competitividade do destino Lisboa, considerando que a atratividade do destino Lisboa está ligada à localização do aeroporto.

“Um aeroporto como a Portela que tem capacidade para crescer, com o metro a chegar ao local, deve continuar a ser potenciado. Temos um aeroporto a 1,40 euros, que é o preço do bilhete do metro, do centro da cidade e isso é algo que não deve ser destruído”, salientou.