A deputada do Grupo Parlamentar “Os Verdes” Heloísa Apolónia entregou na Assembleia da República uma pergunta ao Governo sobre o Serviço Local de Ação Social da Baixa da Banheira, na Moita, exigindo esclarecimentos sobre o seu possível encerramento. A deputada explica que teve conhecimento que o Governo tenciona efetuar uma reorganização dos serviços de Segurança Social, que vai implicar o encerramento do Serviço Local de Acção Social da Baixa da Banheira.

“O Serviço Local de Acção Social da Baixa da Banheira está instalado num edifício da Segurança Social, na Baixa da Banheira, tendo sido submetido a obras de adaptação e preparado para prestar um serviço bastante necessário à população, culminando na sua inauguração e abertura ao público em 2012”, refere. Segundo Heloísa Apolónia, o governo informou que as instalações da Baixa da Banheira eram adequadas à instalação de um balcão multisserviços (BMS) gerido pela Agência para a Modernização Administrativa (AMA), para servir a área da freguesia da Baixa da Banheira.

“Este Serviço Local de Ação Social da Baixa da Banheira regista uma elevada afluência da população aos serviços habitualmente prestados pela segurança social. O encerramento deste serviço local representaria um claro prejuízo para os banheirenses e, simultaneamente, sobrecarregaria o Serviço Local de Ação Social do Barreiro, que já está sobrelotado e que não consegue dar uma resposta adequada à população que atualmente já serve”, salienta.

A deputada quer saber o que levou o governo a abrir o serviço em 2012, se o balcão multisserviços vai mesmo existir e se já existe confirmação que o Serviço Local de Ação Social vai mesmo encerrar. Heloísa Apolónia quer também saber quanto foi gasto nas obras de adaptação e modernização das instalações, que culminaram com a abertura dos serviços em 2012.