Um tripulante de 43 anos, que seguia a bordo da embarcação de pesca sesimbrense “Filipe Miguel”, teve de ser resgatado por um helicóptero EH-101 da Base do Montijo, depois de ter sido mordido por um tubarão azul (tintureira). A ocorrência registou-se na passada terça-feira, quando a embarcação se encontrava a navegar a 206 milhas a Oeste da Póvoa do Varzim, revelou a Marinha Portuguesa em comunicado.

“O alerta foi dado pela embarcação de pesca [de Sesimbra] via telefone através do 112, reportando que um dos tripulantes tinha sido mordido numa perna por um tubarão (tintureira) durante a faina a bordo, encontrando-se com uma hemorragia não controlada e com perda de massa muscular. O CODU-Mar avaliou a evacuação médica como urgente, sendo de imediato empenhados meios de salvamento para o local”, explicou a Marinha. No salvamento participaram uma aeronave de asa fixa P3 Orion e um helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa (FAP), tendo o P3 Orion “efectuado a vectorização do EH-101 até ao local onde se encontrava a embarcação devido à longa distância a que a embarcação se encontrava”.

A Marinha adianta que o doente “foi resgatado e transportado pelo EH-101 para o aeroporto Francisco Sá Carneiro, onde aterrou pelas 12h42, e dali foi encaminhado pelo INEM para o Hospital de S. João, em situação estável”.

A operação foi organizada pelo Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), em articulação com o INEM – Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar) e a FAP.