O par Rui Machado e Catarina Oliveira, ambos com 16 anos, da Escola de Dança DanceProject, da União Desportiva da Palhota, em Pinhal Novo, Palmela, vai representar Portugal no Campeonato do Mundo de Danças de Salão, que se realiza a 10 de outubro, na Moldávia.

Rui e Catarina já tinham competido em Madrid, em janeiro deste ano, mas por vontade própria e não por convocatória da Seleção Nacional, e mostram-se orgulhosos pela oportunidade que agora surgiu. “Para mim, é o cumprir de um sonho e o sentimento de orgulho de poder representar a minha nação. Era uma coisa que ambos queríamos há muito e que finalmente apareceu. Estamos muito contentes”, confessa Catarina Oliveira. “Significa que o nosso trabalho está a ser reconhecido. É um motivo de orgulho representar Portugal, sem dúvida, e isto é motivação extra para os dois podermos continuar o nosso trabalho”, acredita Rui Machado.

O par admite que, mais do que resultados, espera, com esta participação, “ganhar muito conhecimento”, pois irá estar “a competir contra os dois melhores pares de cada país e, certamente, vai ser uma experiência única e muito enriquecedora”.

Catarina Oliveira faz parte da DanceProject há cerca de oito anos e Rui Machado há cerca de sete anos e dançam juntos quase desde o início. Enquanto par, já conquistaram vários títulos, nomeadamente, campeões nacionais de juniores 2 iniciados Standard em 2013, campeões reginais a juniores 2 open latinas 2013, campeões regionais a juventude open/intermédios a latinas e clássicas (respetivamente) em 2014, vice-campeões nacionais em juniores 1 intermédios latinas 2011, vencedores da 5.ª prova do circuito nacional, realizada em Vendas Novas, e finalistas em competições nacionais.

“Tudo o que conquistámos foi graças a esta escola. Somos todos como uma família e sinto-me orgulhosa por fazer parte dela”, confessa Catarina Oliveira. Rui Machado concorda que a DanceProject “tem excelentes professores e alunos, que se apoiam uns aos outros, e isso faz com que tenhamos grandes amizades”.

De olhos postos no futuro, os dois jovens fazem planos na área das Danças de Salão. “Dado que Portugal é um país que não apoia muito as artes, tenho como objectivo tirar um curso superior e conseguir conciliar esse emprego com a dança, quer seja dançarina ou professora”, revela Catarina Oliveira. Rui Machado reconhece que “Portugal, em termos de dança, está a começar a evoluir cada vez mais” e pretende “continuar como atleta, dentro e fora do país”.