Álvaro Amaro, presidente da Câmara, já admitiu o interesse do município em poder contribuir para receber o investimento que significará a criação de emprego na região

A Câmara Municipal de Palmela está entre as três autarquias portuguesas que já manifestaram ao Governo a intenção de poderem vir a acolher a construtora de carros eléctricos Tesla, caso a empresa norte-americana opte por se instalar em Portugal.

Segundo a edição online do Jornal de Negócios, a empresa já terá reunido com a tutela, tendo na agenda a hipótese de vir a escolher o território luso como sede fabril na Europa, situação que aguçou o apetite dos municípios de Palmela, Torres Vedras e Mangualde. Motivos: o forte investimento que instalação da unidade fabril da referida marca representará bem como a criação de postos de trabalho que proporcionará.

Torres Vedras foi o primeiro município a manifestar publicamente, através de um comunicado na página da autarquia no Facebook, que o presidente da Câmara, Carlos Bernardes (PS), já transmitiu ao Governo que vê com muitos bons olhos poder vir a receber o investimento no concelho. Mas, Palmela não perdeu tempo a mostrar igual interesse na captação do possível investimento, até porque conta com vários factores atractivos, conforme fez questão de sublinhar Álvaro Amaro (CDU), presidente da Câmara, em declarações ao Negócios. “Desde logo o nosso posicionamento estratégico na península de Setúbal, a dois passos de Lisboa, com a possibilidade de ligação a grandes eixos de indústria, ao Porto de Setúbal, assim como as ligações ferroviárias existentes para o Norte e Sul de Portugal.”

De resto, adianta ainda o Negócios, o concelho onde reside a fábrica da Autoeuropa já se colocou no terreno para apurar de que forma poderá “contribuir para que este investimento se torne possível”, admitiu Álvaro Amaro.

O Negócios salienta que “no início de Novembro, o líder da Tesla, Elon Musk, revelou que a companhia estava a planear instalar uma fábrica na Europa e que o país seria escolhido no próximo ano”, ainda que a empresa tenha essa intenção prevista a “longo prazo”.

Fotografia de pestoverde