A Câmara Municipal de Palmela promove, no dia 21, às 21 horas, na Biblioteca Municipal de Palmela, um debate sobre o Novo Regime Jurídico do Serviço Público de Transporte de Passageiros.

Integrado nas iniciativas que assinalam a Semana da Mobilidade, este debate conta com a participação de Álvaro Amaro, presidente da câmara, Demétrio Alves, presidente da Comissão Executiva Metropolitana de Lisboa, Fernanda Pésinho, vereadora do Ambiente, Mobilidade e Acessibilidades da câmara, Rui Lopo, especialista em transportes e vereador da Câmara Municipal do Barreiro, membro da Comissão de Utentes de Quinta do Anjo, entre outros.

O novo Regime Jurídico do Serviço Público de Transporte de Passageiros extinguiu a Autoridade Metropolitana de Transportes de Lisboa, integrando os seus trabalhadores, bens, atribuições e competências na Área Metropolitana de Lisboa (AML), “sem definir os termos da decisão e em que contexto se fará a transição de poderes”, alerta a autarquia.

“Os municípios da AML têm manifestado publicamente a sua preocupação face à transferência destas responsabilidades e à falta de esclarecimento quanto ao seu financiamento, temendo que, uma vez mais, lhes sejam imputados custos até agora da competência do poder central, com sérios prejuízos para utentes dos transportes públicos”, refere.

O município considera que “a escassez de transportes públicos é um dos mais graves problemas do concelho de Palmela, o mais vasto da área metropolitana de Lisboa, com 465 quilómetros quadrados e uma grande dispersão dos seus habitantes, sobretudo nos aglomerados urbanos das freguesias rurais”.

Fotografia de Muchaxo