O Ministro da Economia, o Secretário Estado da Indústria e o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB) reuniram com empresários do Barreiro, após a inauguração da Unidade de Produção de Precursor de Fibra de Carbono, da FISIPE, no Lavradio.

Oportunidades de financiamento para as empresas foi o mote do encontro, na Sala de Sessões dos Paços do Concelho, que proporcionou a Manuel Caldeira Cabral e João Vasconcelos o diálogo com empresários do Concelho, sobretudo ligados à exportação ou com actividade exportadora, às tecnologias de ponta, ou com actividade turística.

Do encontro com os empresários abordaram-se as várias políticas que o Governo está a desenvolver, ao nível da inovação, nomeadamente a estratégia Start Up Portugal e o programa Indústria 4.0. Permitiu, de acordo com o Ministro, “principalmente, ouvir os empresários e ouvir as soluções que eles precisam”. Manuel Caldeira Cabral escutou, também, os problemas específicos do Barreiro “que teremos de trabalhar para os resolver”, disse.

Antes, durante a tarde, realizou-se a inauguração da linha de Precursor de Fibra de Carbono da FISIPE, “investimento estrangeiro numa empresa já há muito radicada aqui no Barreiro”, sublinhou o governante. “Demonstra bem que é possível encontrar soluções, tem que se trabalhar nelas, atrair novo capital, novas empresas – tem que se trabalhar com a capacidade industrial que o Barreiro sempre teve e usar isso como forma de atrair novo investimento”.

Além do encontro que proporcionou o contacto com empresários locais, “ouvir as questões que eles colocam”, o Presidente da CMB deu conta de uma reunião prévia entre os responsáveis do Governo e a Autarquia, que permitiu “fazer um pequeno levantamento das questões que se colocam ao Barreiro na área do desenvolvimento económico”.

Carlos Humberto de Carvalho salientou, ainda, o “grande significado para o Barreiro” da inauguração da nova unidade da FISIPE, membro da SGL Group, com mais de 40 anos de laboração, “do ponto de vista da inovação, da tecnologia, da indústria de ponta – que pode marcar, de alguma forma, também, o nosso futuro”. “É uma empresa que está a crescer, a criar novos postos de trabalho, gente jovem, qualificada e isso, para nós, representa muito”, acrescentou.

O Presidente manifestou-se satisfeito por registar da parte dos responsáveis do Governo a “disponibilidade para ponderar e acompanhar os projectos em desenvolvimento”, mostrando-se expectante quanto aos resultados práticos da visita.