A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, abordou o tema do novo terminal de contentores do Barreiro, afirmando que, caso esta infraestrutura venha a ser viabilizada, será feita “uma imediata consulta ao mercado e lançado um concurso internacional”.

A ministra do Mar esteve presente na sessão de encerramento do debate “Porto de Lisboa: O Futuro faz-se Hoje”, elencou durante a sua intervenção um conjunto de desafios para esta infraestrutura portuária.

O território da Baía do Tejo, no concelho do Barreiro, está a ser estudado como hipótese para receber o novo terminal de contentores de Lisboa.

O equipamento representa um investimento de cerca de 700 milhões de euros para uma área de contentores e multiusos, numa área logística de cerca de 400 hectares.

A plataforma multimodal inclui o terminal de contentores com capacidade para 2,7 milhões de teus (medida standard utilizada para calcular o volume de um contentor) por ano.

Em Setembro, o presidente da Câmara do Barreiro, Carlos Humberto, afirmou que já tinha sido entregue o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) sobre o novo terminal de contentores no concelho e que os resultados viabilizavam a infraestrutura.

Nesta sessão de encerramento do debate “Porto de Lisboa: O Futuro faz-se Hoje” participaram, também, o vereador do Urbanismo na Câmara Municipal de Lisboa, Manuel Salgado, e o 1.º secretário da Comissão Executiva da Área Metropolitana de Lisboa, Demétrio Alves.