Adeptos, sobretudo jovens, celebraram “triunfo muito sofrido, mas merecido”

  

Milhares de pessoas invadiram ontem a avenida Luísa Todi, em Setúbal, poucos minutos depois do apito final do árbitro do França-Portugal, que selou o triunfo da selecção nacional no Campeonato da Europa de futebol.

“Foi um triunfo muito sofrido, mas merecido”, disse à Lusa João Fernandes, um dos milhares de adeptos que assistiram à transmissão televisa no Parque José Afonso, em Setúbal.

Os franceses “arrumaram cedo com o Ronaldo, mas a equipa reagiu bem, soube sofrer quando foi preciso e ainda foi capaz de desferir o golpe final quando eles menos esperavam”, corroborou o jovem Diogo Marques, enrolado na bandeira portuguesa com que assistiu a toda a partida.

Milhares de pessoas assistiram ao jogo em locais públicos na cidade de Setúbal, mas após o final da partida muitos deslocaram-se de imediato para a avenida Luísa Todi, que ficou literalmente entupida, a exemplo do que já tinha acontecido quando Portugal se qualificou para a final, com um triunfo sobre a selecção do País de Gales.

“Estamos felizes por nós, pelos jogadores e pelos nossos emigrantes”, disse uma ex-emigrante portuguesa, assegurando que “são os emigrantes [portugueses] quem mais sente este triunfo de Portugal”.