Milhares de barreirenses participaram nas Comemorações do 42º aniversário do 25 de Abril, nomeadamente no Desfile da Liberdade e nos Concertos com Jorge Palma e Capicua, na noite de 24, e nos Hasteares das Bandeiras, no dia 25 de Abril. As comemorações prolongam-se até dia 5 de maio, com o lançamento do Caderno “Poder Local Democrático Fruto de Abril – A Acção das Comissões Administrativas”.

Colectividades, junta e uniões de freguesia, eleitos da CMB e população em geral participaram no Desfile da Liberdade, desde a Avenida de Santa Maria até ao Parque da Cidade.

Os Concertos da Liberdade com Jorge Palma e Capicua animaram e encheram o Parque da Cidade na noite de 24, com muitos barreirenses a celebrar Abril.

Na noite de 24 de Abril, antes dos Concertos com Jorge Palma e Capicua, decorreu a projecção do Making Off da construção e a inauguração do painel de azulejos do projecto Libert’arte. Recorde-se que foram desenhados cerca de 1000 azulejos, pelos alunos dos jardins de infância e 1º ciclo do Ensino Básico do Concelho do Barreiro, que culminaram num grande painel, colocado na fachada do Edifício Américo Marinho, que congrega a visão das crianças numa imagem colectiva que evoca o 25 de Abril de 74.

“A madrugada libertadora pode romper em qualquer dia. Em qualquer dia podemos construir um mundo novo”, referiu o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro na sua intervenção, no Parque da Cidade. Saudou todos os que lutaram por Abril e os que continuam a lutar pelos direitos. “Acreditamos que é possível construir o caminho do desenvolvimento. O Barreiro contínua disponível para construir Abril todos os dias”.

O Hastear de Bandeiras, nos Paços do Concelho contou com a participação da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários do Corpo de Salvação Pública, Fanfarra dos Bombeiros Voluntários Sul e Sueste, Banda Municipal do Barreiro, Leitura de Poemas pelos alunos do Curso de Animação Socio Cultural da Escola Profissional Bento de Jesus Caraça e actuação das Cantadeiras do Barreiro.

Na iniciativa, Carlos Humberto de Carvalho depositou, no chão, um molho de cravos para homenagear, simbolicamente “aqueles que intervieram na luta pela Liberdade alcançada e que hoje não podem estar connosco a festejar”.

Sessão Evocativa do 42º Aniversário do 25 de Abril e do 40º Aniversário da Constituição da República

O Auditório Municipal Augusto Cabrita recebeu, no dia 22 de Abril, a Sessão Evocativa da Assembleia Municipal do 42º Aniversário do 25 de Abril e do 40º Aniversário da Constituição da República Portuguesa. Frederico Pereira, Presidente da Assembleia Municipal, realçou a instauração da liberdade, da justiça social, da melhoria das condições de vida, fruto da Revolução dos Cravos, considerando que a constituição é indissociável do 25 de Abril e “da luta do nosso povo”.

Salientou a actualidade dos valores de Abril. “Homens e mulheres de hoje construirão o futuro abrindo os caminhos que Abril abriu”, referiu e alertou que “tal como a Democracia, a Constituição não pode ser suspensa”. “Somos livres e soberanos com os valores de Abril, com a nossa Constituição”, referiu Frederico Pereira.

Na Sessão, intervieram também os representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal. A iniciativa contou, no final, com a actuação dos B’Voice e Coral TAB.