Dados do INE revelam crescimento de 5,7% em relação entre Abril e Junho, relativamente a igual período de 2015

O número de passageiros dos metropolitanos de Sul do Tejo, Lisboa e Porto está a crescer há um ano, tendo entre Abril e Junho registado um aumento de 10% para os 57,6 milhões, avançou o Instituto Nacional de Estatística (INE). No Metro Sul do Tejo, que circula nos concelhos de Almada e Seixal, viajaram três milhões de passageiros, o que traduz um aumento de 5,7% em relação ao segundo trimestre de 2015.

Segundo a actividade dos transportes do INE, pelo quarto trimestre consecutivo, houve aumento de passageiros em todos os sistemas de metropolitano. Entre Abril e Junho, os metropolitanos de Lisboa, Porto e Sul do Tejo transportaram 57,6 milhões de passageiros, o que constitui um aumento de 10,1% face ao mesmo período do ano anterior e de 4,9% em relação ao primeiro trimestre do ano. De acordo com os dados do INE, todos os meses do trimestre evidenciaram evoluções significativamente positivas, merecendo destaque o forte aumento de passageiros no mês de Maio (+13,9%).

Entre os sistemas de metropolitano, Lisboa foi o que registou o maior aumento de passageiros no segundo trimestre, com um crescimento homólogo de 14%, correspondendo a um total de 39,4 milhões de passageiros transportados. Com o transporte de 15,2 milhões de passageiros, o metro do Porto registou um aumento de 1,8% e no Metro Sul do Tejo viajaram três milhões de passageiros, o que representa um acréscimo de 5,7% em relação ao segundo trimestre de 2015.

Em pleno funcionamento desde Novembro de 2008, o Metro Sul do Tejo percorre actualmente cerca de 22 Km, divididos em três linhas, abrangendo interfaces de transportes públicos, zonas comerciais, universidades e áreas de grande densidade populacional. O município de Almada, recorde-se, defende a expansão deste sistema de transporte à Costa de Caparica e à Trafaria, além da execução das fases seguintes já previstas, caso da ligação ao Barreiro.