A Associação de Mulheres com Patologia Mamária (AMPM) apresentou o programa do Mês da Luta Contra o Cancro da Mama, assinalado este mês de outubro, com o mote “Outubro Viver Saudável”.

O programa culmina com a Marcha Solidária da AMPM, na sua 7ª edição, dia 25 de Outubro, com ponto-de-encontro às 10h00, no Parque da Cidade. As inscrições – na sede da AMPM, no Posto de Turismo e noutros locais devidamente identificados  já se encontram abertas.

Na conferência de imprensa marcaram presença a presidente e vice-presidente da Direcção da AMPM, Fernanda Ventura e Natália Sapage, o presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), Carlos Humberto, e a vereadora da CMB responsável pela Saúde, Intervenção Social, Associativismo e Educação, Regina Janeiro.

Salientando a importância do apoio da Autarquia, a Presidente da AMPM deu pormenores sobre as várias acções programadas para este mês  todas ao fim-de-semana.

Com as várias iniciativas previstas, pretende-se, conforme sublinhou Fernanda Ventura, abordar questões como o “antes e o depois da doença”, o “diagnóstico precoce”, ou “que não é mais caro comer saudável do que comer com sal”. Haverá, ainda, a oportunidade, de abordar questões ligadas à fisioterapia e à atividade física. A actividade do dia 24, ligada às questões da imagem, conta com a presença de uma médica e de uma enfermeira, e representantes de marcas de produtos de beleza.

No domingo, 25 de outubro, último dia da programação, realiza-se a Marcha, que, em 2014, contou com dois milhares de participantes. O valor da inscrição é de sete euros (inclui kit). Após a caminhada realiza-se, na SIRB “Os Penicheiros”, pelas 13h00, um almoço – buffet (13 euros). “É um momento de convívio que as associadas que fazem a caminhada nos pedem”, sublinhou a Vice-Presidente da AMPM, realçando que os participantes aproveitam para partilhar, conviver, “para estar” e onde também se vai “comer saudável”.

À “imagem” gráfica, deste ano, da Marcha – que volta a ter Carlos Oliveira “Boia” como “padrinho”  foi acrescentada uma figura em azul à, já, tradicional cor-de-rosa “para chamar a atenção do diagnóstico do cancro da mama nos homens”, alertaram as responsáveis.

O presidente da CMB sublinhou o “espaço de cooperação com o movimento associativo [MA]” referindo a disponibilidade e, até, interesse do Município em cooperar com o MA. Carlos Humberto reforçou a necessidade da reflexão sobre “a vida saudável” .

Já no encerramento, a vereadora Regina Janeiro reforçou o objectivo da presença da CMB: “Dar mais força à iniciativa”.