A segunda edição do Mês da Fotografia teve início no dia 1 de Novembro, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, com a Animação A LA MINUTE, pela Companhia Maribondo, e a inauguração das exposições de Daniel Rodrigues e Helena Gonçalves.
O Barreiro acolhe, em Novembro, em vários espaços do concelho, exposições, workshops, passeios fotográficos, entre muitas outras iniciativas no âmbito do Mês da Fotografia. Este ciclo, promovido pela Câmara Municipal do Barreiro, em parceria com o Clube de Fotógrafos do Barreiro, tem como objectivo sensibilizar e formar novos públicos para as artes visuais em geral e para a fotografia em particular, bem como fomentar e divulgar um programa diversificado que engloba diversas linguagens estéticas.
Awá Guajá, de Daniel Rodrigues, é uma mostra de fotografias da tribo indígena Awá que vive na Floresta Amazónica, no estado brasileiro do Maranhão, dividida em quatro aldeias: Awá, Tiracambú, Juriti e Guajá. De salientar que, Daniel Rodrigues foi o único fotógrafo, além do brasileiro Sebastião Salgado, autorizado a fotografar esta tribo que tem cerca de 400 pessoas a viver o mais perto possível da pureza das suas origens.
“Novembro”, de Helena Gonçalves, reúne três trabalhos, “Monchique”, “Espaço Ginjal” e “Split”, com datas distintas.
Na inauguração das mostras, Regina Janeiro, vereadora da CMB com o pelouro da Cultura, salientou que, no Barreiro, “a fotografia é uma arte que quase não tem limites”, sendo mesmo um elemento “do quotidiano na vida do concelho”. Enalteceu o trabalho realizado pelo Clube de Fotógrafos do Barreiro, referindo que “é mais um exemplo que quando as pessoas se juntam fazem mais”.
As próximas iniciativas do Mês da Fotografia inserem-se no âmbito do Serviço Educativo Municipal e têm lugar, no AMAC, nos dias 4, 10, 12 16 e 20 de Novembro, pelas 10h00. Em “Achas que sou uma caixa?”, os alunos vão aprender a construir uma câmara escura de papelão. No Auditório da Escola Secundária de Santo André, no dia 11 de Novembro, pelas 10h15, decorre a palestra “Iniciação à fotografia Digital”, com Nelson Favas, do Clube de Fotógrafos do Barreiro.
De salientar ainda, em termos de inaugurações de exposições, no dia 13 de Novembro, pelas 18h00, “O meu olhar”, de Catarina Mendes, abre ao público no Espaço J. No dia 14 de Novembro, pelas 12h00, no Posto de Turismo, inaugura a mostra com os trabalhos da Maratona Fotográfica. No mesmo dia, no AMAC, às 17h00, é inaugurada a exposição “Geografia Humana”, de Joel Santos.