Foram 90 os profissionais “recrutados” em Setúbal que participaram na produção do novo avião. António Costa salientou o resultado da parceria entre Brasil e Portugal

Foi apresentado, na passada segunda-feira, em Alverca, o primeiro avião KC-390 produzido pela brasileira Embraer, que envolveu mão-de-obra da região, fruto do trabalho desenvolvido nas instalações fabris da empresa em Évora. Quase uma centena de profissionais da região de Setúbal participou na produção do aparelho.

antonio-costa

ANTÓNIO COSTA Primeiro-ministro esteve presente na apresentação do novo avião

A cerimónia de apresentação da aeronave de transporte militar e civil foi apadrinhada pelo primeiro-ministro, António Costa, que realçou justamente o contributo extremamente significativo dado pela engenharia e indústria portuguesas.

“Há um grande contributo português na concepção, na engenharia e na produção deste KC-390. Só falta haver na utilização. Lá haveremos de chegar”, afirmou o primeiro-ministro, deixando implícito que o Governo português irá adquirir algumas unidades deste modelo. António Costa salientou ainda o “excelente exemplo de trabalho conjunto entre o Estado, a indústria e as academias”, bem como a “parceria” entre Brasil e Portugal neste projecto.

O mais recente avião construído pela Embraer – empresa brasileira considerada como terceira maior construtora aeronáutica do mundo – teve a participação de mão-de-obra qualificada da região de Setúbal. As duas fábricas que o grupo empresarial instalou em Évora, em 2012, participaram na produção da aeronave, com a colaboração de 90 profissionais que receberam formação no Instituto de Emprego e Formação Profissional de Setúbal, confirmou a empresa ao DIÁRIO DA REGIÃO.

Colaboração com o IEFP em Setúbal

Em Évora, as duas unidades estiveram ligadas ao fabrico de partes das asas e cauda do avião: a Embraer Portugal – Estruturas Metálicas, S.A. foi responsável pela produção das “asas e empenagem vertical” e a Embraer Portugal – Estruturas em Compósitos, S.A. pela “empenagem horizontal”, explicou a empresa, sublinhando que tem vindo “a colaborar com o Instituto de Emprego e Formação Profissional de Setúbal para a formação de profissionais qualificados no ramo aeronáutico e nas áreas e processos das linhas de produção”.

“Desde 2012 que temos recebido e recrutado profissionais formados em montagem de estruturas, tratamento de metais e maquinação CNC. Actualmente, temos connosco 90 profissionais formados no Instituto de Emprego e Formação Profissional de Setúbal: 17 colaboradores na Fábrica de Materiais Compósitos e 73 na Fábrica de Estruturas Metálicas”, revelou ainda a empresa, acrescentando: “Eles trabalham nas áreas de montagem, fabricação, qualidade e tratamentos de superfície.”

O KC 390 – aeronave estratégica projectada para cumprir missões em ambientes hostis – é o maior avião até hoje construído pela Embraer, podendo ser utilizado para transporte e lançamento de carga e tropas, reabastecimento aéreo, busca e resgate, além de combate a incêndios.