Apesar da chuva intensa, realizou-se, no sábado, mais uma acção de voluntariado, no âmbito do Biodiscoveries. Os participantes aceitaram o desafio feito pelo Centro de Educação Ambiental (CEA) da Mata da Machada e Sapal do Coina, da Câmara Municipal do Barreiro, que tem por objectivo não só a limpeza de resíduos, mas também o controlo das acácias e do chorão-da-praia, espécies exóticas invasoras que colocam em perigo espécies autóctones,como o sobreiro ou a rara Euphorbia uliginosa.

Foi explicado, na ocasião, aos participantes o que eram espécies invasoras, como afectam o ecossistema, para além de ter sido feito um enquadramento no projecto Biodiscoveries, cujo objectivo é exactamente o controlo dessas espécies invasoras existentes neste espaço, através da participação pública.

Foram também explicadas as técnicas de descasque de acácia, e apresentada a evolução que o projecto tem tido, no terreno, desde o seu início, em 2014.

Procedeu-se depois à limpeza de resíduos no espaço envolvente do parque de merendas e, depois, ao descasque de acácias.