Conferências e visitas guiadas integram a programação que dará a conhecer melhor o património histórico da região

Os concelhos de Barreiro e Seixal vão acolher a realização das Jornadas Arqueológicas da Região de Setúbal, que arrancam já amanhã, 7, prosseguindo no dia seguinte (sábado) e nos próximos dias 14 e 15. A iniciativa apresenta uma programação dirigida à comunidade educativa, com conferências e visitas a património relevante da região. A participação é gratuita, mas requer inscrição prévia.

Segundo a autarquia do Seixal, as jornadas “pretendem mobilizar o património arqueológico, enquanto instrumento pedagógico, bem como salientar as potencialidades dos museus na promoção de uma formação abrangente e inclusiva com base na experimentação, em contacto directo com o território, o património e a identidade regional”.

O arranque do evento terá lugar no Espaço Memória, no Barreiro, ou no Auditório Municipal Augusto Cabrita (caso a lotação do primeiro espaço não comporte o número de participantes) com a realização de uma conferência.

Nos dias 14 e 15, o Seixal será o centro das atenções. Uma conferência no Fórum Cultural do Seixal ou no Auditório dos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal (de acordo com o número de participantes) dará seguimento à iniciativa, sendo que para o derradeiro dia das jornadas, 15, estão previstas visitas guiadas a sítios romanos e muçulmanos da região de Setúbal.

As Jornadas Arqueológicas da Região de Setúbal resultam de uma organização do Museu de Arqueologia e Etnografia do Distrito de Setúbal, Associação de Municípios da Região de Setúbal e Forúm Intermuseus do Distrito de Setúbal, com a colaboração das câmaras municipais de Almada, Barreiro, Seixal, Palmela e Vila Franca de Xira, Tróia Resort e Centro de Formação Ordem de Santiago.

PROGRAMA

7 e 8 de outubro – Pré e Proto-História

7 de outubro

Conferência

Local: Espaço Memória, Barreiro, ou Auditório Municipal Augusto Cabrita (caso a lotação do primeiro espaço não comporte o número de participantes)

9.30 horas – Recepção dos participantes e sessão de abertura

10.30 horas – Os alvores da ocupação humana, por João Luís Cardoso (UAL, ACL, APH)

11.15 horas – Intervalo para café

11.30 horas – O fim do grande ciclo da economia de caça-recoleção e as primeiras comunidades neolíticas, por Joaquina Soares (MAEDS/AMRS, FLUL/UNIARQ)

12.15 horas – Dos primeiros metalurgistas às sociedades hierarquizadas da Idade do Bronze na região, por Joaquina Soares

13 horas – Debate

13.15 horas – Almoço livre

15 horas – Da colonização fenícia ao mosaico cultural da 2.ª Idade do Ferro, por Carlos Tavares da Silva (MAEDS/AMRS, UNIARQ)

15.45 horas – Intervalo para café

16 horas – Almaraz – a primeira urbe de Almada: diacronia, arquitetura e cultura material, por Luís Barros (MMA)

16.45 horas – Debate

17.30 horas – Encerramento

8 de outubro

Visitas guiadas a sítios pré e proto-históricos da península de Setúbal

9.30 horas – Saída do Barreiro em direção a Almaraz (período orientalizante)

12 horas – Hipogeus da Quinta do Anjo

13 horas – Almoço livre na Quinta do Anjo

14.30 horas – Castro de Chibanes (Palmela)

16.30 horas – Exposição de Arqueologia Regional no MAEDS

18 horas – Previsão de chegada ao Barreiro

14 e 15 de outubro – Colonizações Romana e Islâmica

14 de outubro

Conferência

Local: Fórum Cultural do Seixal ou Auditório dos Serviços Centrais da Câmara Municipal do Seixal (de acordo com o número de participantes)

9.30 horas – Sessão de abertura

10.30 horas – Em torno da conquista romana do Vale do Tejo. Novos e velhos dados, por João Pimenta (CEAX, UNIARQ)

11.15 horas – Intervalo para café

11.30 horas – Da invasão à colonização romana na península de Setúbal, por Carlos Tavares da Silva (MAEDS/AMRS; UNIARQ)

12.15 horas – Debate

13 horas – Almoço livre

15 horas – O estabelecimento romano de Troia, por Inês Vaz Pinto (CEAACP, Troia Resort)

15.45 horas – As olarias do Porto dos Cacos (Alcochete) e da Quinta do Rouxinol (Seixal) e outras evidências da presença romana na frente ribeirinha do Seixal, por Jorge Raposo (CMS-EMS/CAA)

16.30 horas – Intervalo para café

16.45 horas – Palmela e Sesimbra, dois castelos da Arrábida medieval islâmica, por Isabel Cristina Fernandes (CMP-MMP/GEsOS)

17.30 horas – Debate

18 horas – Encerramento

15 de outubro

Visitas guiadas a sítios romanos e muçulmanos da região de Setúbal

9 horas – Saída do Seixal com visita à Olaria Romana da Quinta do Rouxinol

10.45 horas – Estabelecimento romano de preparados piscícolas do Creiro (Arrábida)

12 horas – Castelo de Palmela

13 horas – Setúbal. Almoço livre

15 horas – Ruinas Romanas de Troia

18 horas – Previsão de chegada ao Seixal