Jorge Gomes considera que o actual espaço não é condigno e diz pretender resolver a situação a “curto prazo”. Novo edifício também é para ficar instalado em Palmela

O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, anunciou ontem a intenção de construir novas instalações para o Centro Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal para melhorar a operacionalidade dos serviços de protecção civil no distrito.

“O Comando Distrital de Operações de Socorro não está bem instalado, nem está, de forma alguma, numas instalações que sejam não só condignas, mas, acima de tudo, boas para toda a operacionalidade. É um dos problemas que levo comigo e que quero resolver a muito curto prazo”, disse Jorge Gomes, adiantando que o novo edifício do CDOS tem assegurado um financiamento comunitário de 85%. “Há uma solução excelente que me foi aqui apresentada pela Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC). É um terreno onde o CDOS ficará muito bem instalado e que vai servir muito bem o distrito de Setúbal”, acrescentou o governante, salientando que o novo CDOS vai permanecer no concelho de Palmela.

O secretário de Estado da Administração Interna falava aos jornalistas após uma visita ao CDOS de Setúbal, a primeira de um périplo por todo o País, para se inteirar dos principais problemas da protecção civil a nível nacional. “Pretendemos conhecer os constrangimentos que existam, necessidades e problemas, ao nível do combate aos incêndios, mas também ao nível da protecção civil”, esclareceu.

“A protecção civil são 365 dias por ano. Os incêndios são aquele factor menor da protecção civil que toda a gente pensa que são o grande problema. Não, os incêndios são um problema que temos de combater, mas a protecção civil é muito mais do que isso”, sublinhou Jorge Gomes.

Depois da visita ao CDOS de Setúbal, o secretário de Estado da Administração Interna seguiu para o concelho do Montijo, para uma visita à Base do Grupo de Setúbal da Força Especial de Bombeiros, em Canha, tendo prevista, para o final da tarde de ontem, uma deslocação ao Centro de Meios Aéreos, em Grândola.