Eduardo Cabrita, Vieira da Silva, Pedro Marques e Ana Paula Vitorino estão de regresso ao elenco governamental

António Costa foi, ontem, indigitado para primeiro-ministro pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e já tem definido o elenco governamental que o acompanhará e que contempla vários nomes com ligações fortes à região. São quatro, as pastas ministeriais que vão ser tuteladas por caras bem conhecidas no distrito de Setúbal: Eduardo Cabrita, Vieira da Silva, Pedro Marques e Ana Paula Vitorino.

Eduardo Cabrita vai ser ministro-Adjunto do primeiro-ministro e acumulará, além da coordenação política, a pasta da Igualdade. Foi eleito deputado à Assembleia da República sempre pelo círculo de Setúbal. Ligado ao Barreiro, foi secretário de Estado-Adjunto e da Administração Local no XVII Governo e secretário de Estado-Adjunto do Ministro da Justiça no XIV Governo.

José Vieira da Silva, que foi cabeça-de-lista pelo distrito de Setúbal nas penúltimas legislativas, vai ficar com o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social a seu cargo. Uma pasta com que Vieira da Silva está familiarizado, já que assumiu as mesmas funções de 2005 a 2009 no primeiro governo de José Sócrates, sendo que, entre 1999 e 2001, foi secretário de Estado da Segurança Social, então com António Guterres como primeiro-ministro. Foi também ministro da Economia, Inovação e Desenvolvimento no segundo governo de Sócrates.

Pedro Marques, que começou a carreira política como vereador eleito pelo PS na Câmara Municipal do Montijo, assumirá as funções de ministro do Planeamento e Infra-estruturas. Foi secretário de Estado da Segurança Social entre 2005 e 2011. Regressa assim ao parlamento, depois de, em Outubro do ano passado, ter renunciado ao mandato de deputado, quando era responsável pela vice-presidência do Grupo Parlamentar socialista.

Ana Paula Vitorino, mulher de Eduardo Cabrita, eleita deputada à Assembleia da República, vai assumir o cargo de ministra do Mar e também tem forte afinidade com a região. Foi secretária de Estado dos Transportes no governo de José Sócrates.

Mário Centeno (Finanças), Augusto Santos Silva (Negócios Estrangeiros), Maria Manuel Leitão Marques (Presidência e Modernização Administrativa), Francisca Van Dunem (Justiça), Constança Urbano de Sousa (Administração Interna), Azeredo Lopes (Defesa), Manuel Cabral (Economia), Adalberto Campos Fernandes (Saúde), Tiago Brandão Rodrigues (Educação), Manuel Heitor (Ciência Tecnologia e Ensino Superior), João Pedro Fernandes (Ambiente), Capoulas Santos (Agricultura) e João Soares (Cultura) completam o elenco ministerial liderado por António Costa.