Vários expositores, muita animação, dança e música dominam a programação de um evento que nasceu no reinado de D. Maria I

É já na próxima sexta-feira, 30, que arranca mais uma edição Feira Nova de Outubro, em Alcácer do Sal. O evento, que se prolongará até 2 de Outubro, vai decorrer no Parque de Feiras e Exposições da cidade, que irá contar com expositores de artesanato, vestuário, calçado, produtos regionais, os tradicionais primeiros frutos secos da época, além de tasquinhas, muita animação, dança e música.

A programação arranca com a actuação da Orquestra Improvável, às 18h00, no Pavilhão Gracieta Baião, e às, 20h00, na tenda das tasquinhas. Também na tenda das tasquinhas, a dupla alcacerense Susana e Carlos Pedro sobe a palco às 21h00, seguindo-se um tributo a Daniela Mercury a cargo de Kris Rosa e Banda. A partir das 00h30, a música prossegue noite dentro com DJ Oskar.

No dia 1 de Outubro, a animação no Pavilhão Gracieta Baião inicia logo pelas 10h00, com uma aula do programa “Exercício Físico e Saúde” da Câmara Municipal de Alcácer do Sal. Às 17h00, haverá uma aula livre de Zumba, com a Associação Ritmus D’Alcácer e o Projecto “Sempre em Forma”, para, uma mais tarde, actuarem as Sevilhanas da Sociedade Filarmónica Progresso Matos Galamba e da Sociedade 1.º de Janeiro Torranense. Na tenda das tasquinhas, a música começa às 20h00 com o Grupo Coral do Torrão, seguido da dupla de Alcácer, Mendes Caffé Duo. O cabeça-de-cartaz da noite vai estar em palco às 22h30: Toy e sua Banda. Natural de Setúbal, Toy tem uma longa carreira musical e conta no seu currículo com grandes êxitos bem conhecidos do grande público, tais como “Rosa Negra”, “Olhos de Água” e “Estupidamente Apaixonado”. Às 00h30, é a vez de DJ Grouse animar o público.

Corrida e homenagem a João Branco Núncio

Para o último dia da Feira Nova de Outubro 2016 (domingo), está reservada a tradicional corrida de toiros à portuguesa, uma homenagem ao Mestre João Branco Núncio. Com início às 17h00, na Praça de Toiros João Branco Núncio, o espectáculo conta com um cartel de luxo: os cavaleiros João Moura, António Telles, Francisco F. Núncio (praticante) e António Núncio (praticante); os Forcados Amadores de Montemor e Évora; e um curro de seis toiros da ganadaria Pinto Barreiros.

Às 19h00, o Pavilhão Gracieta Baião acolhe as actuações do Grupo Coral Feminino Cantares do Xarrama e dos Coros das Universidades Seniores de Alcácer do Sal e do Torrão. Na tenda das tasquinhas, a partir das 21h00, a jovem alcacerense Maria Mirra protagoniza um espectáculo de fados, seguindo-se, às 22h30, Rafa & Beltran com Banda e Sevilhanas. O certame encerra, com Salacian Mafia e Convidados.

Certame data de 1782

A Feira Nova de Outubro nasceu de “uma provisão enviada para a Câmara Municipal de Alcácer do Sal, datada do dia 13 de Março de 1782, no reinado de D. Maria I, que determinava que, no primeiro domingo de Outubro de cada ano, haveria uma feira franca por três dias”, lembra a autarquia.

Gradualmente, o certame, promovido pela Câmara Municipal de Alcácer, ganhou o seu espaço específico, sendo actualmente “uma das marcas identitárias do município que atrai inúmeras pessoas que viajam até Alcácer” para adquirirem, entre outros produtos, “os tradicionais figos e nozes, para passear na feira ou assistir à corrida de toiros”. Além de um evento comercial, a Feira Nova de Outubro “é uma ocasião de convívio único entre todos os alcacerenses e visitantes”, realça a autarquia, a concluir.