A Feira Medieval de Palmela, que se realiza entre sexta-feira e domingo (dias 25, 26 e 27), no castelo e centro histórico da vila, vai este ano recriar o Ritual Almenara. Para além deste destaque ao nível da programação, outra das novidades da 2.ª edição é o alargamento do perímetro da feira a algumas ruas do centro histórico da vila.

O certame é organizado pela Câmara Municipal de Palmela e pela ALIUS VETUS – Associação Cultural História e Património. O Ritual Almenara vai ter lugar no sábado, às 23 horas, no castelo. Trata-se da recriação do episódio em que, durante o cerco de Lisboa pelos castelhanos, o Condestável D. Nuno Álvares Pereira – após a vitória na batalha dos Atoleiros (1384) – acendeu grandes fogueiras no Castelo de Palmela para alertar o Mestre de Avis, em Lisboa, de que a ajuda estava próxima.

No próximo ano, adianta Luís Calha, vereador do Desenvolvimento Económico e Turismo, a recriação do ritual vai decorrer em simultâneo nos Castelos de Palmela e de São Jorge, no âmbito do projecto de promoção turística e cultural que a câmara está a construir com o município de Lisboa.

O programa de animação e as várias actividades vão remeter para o imaginário da vida quotidiana na idade média, baseada na história de Palmela e do castelo no século XIV, incluindo músicas, canto e animações teatrais, bailes e danças populares, jogos tradicionais, espectáculos circenses e de fogo, torneios de armas e cavaleiros e falcoaria.

Depois de, no ano passado, a feira se ter realizado no interior e na rua de acesso ao castelo, este ano, e para facilitar a circulação dos visitantes, o perímetro da feira é alargado. Para além do castelo, abrangerá o miradouro, onde passam a realizar-se os torneios, e a Alameda Nuno Álvares Pereira e o Largo D. Afonso Henriques, onde haverá feirantes e animação, adianta Luís Calha.

“Estou confiante no sucesso desta 2.ª edição, porque vamos ter uma Feira Medieval de Palmela com grande qualidade. A nossa expectativa é que esta edição supere em muito a anterior em termos de adesão do público”, afirma o vereador, prevendo que o evento receba cerca de 30 mil visitantes, quase o dobro da 1.ª edição (17 mil visitantes).

Este ano, o valor das entradas na feira vai manter-se (dois euros para o bilhete diário e quatro euros para o bilhete de três dias, sendo grátis para as crianças até 12 anos). A feira funcionará das 17 às 00 horas, na sexta-feira, e das 15 às 00 horas, no sábado e no domingo.

Programa da 2.ª Feira Medieval de Palmela

Dia 25 (sexta-feira)

17h00 – Abertura da feira nas tendas dos mercadores e acampamentos

19h00 – Momento de boas-vindas pelo Mestre da Ordem de Santiago D. Fernando Afonso de

Albuquerque

Arruada e desfile pelas ruas do castelo e arrabalde

Animações de rua

19h30 – “Forestus Felicitus e Rosarum Brumbarum” pelo Grupo Kinessis – Teatro de

malabarismo – Largo D. Afonso Henriques

Comeres de sabor medieval e beberes de aroma nas tabernas

Recanto – Igreja de Santa Maria

Gil Teatro – Entrada 1

21h00 – Música, canto e animações da época

Do Arrabalde ao Castelo: Gaiteiros da Bardoada; Jograis D’El Rei; Vai de Ronco; Goliardos; Les

Musiciens du Royaume

Voo livre pelas aves de rapina (Artfalco) – Revelim Norte

Exercícios de combate apeado pela Espada Lusitana – Revelim Norte

Mastro Chines – MALATITSCH – Entrada 1

Música da época com harpa e flauta pela Sociedade Filarmónica Humanitária – Igreja S. Maria

21h30 – Grupo de Danças Antigas de Alhos Vedros – Entrada 2

Bailios e folguedos em honra de D. João, Mestre de Avis, que resiste ao cerco castelhano em

Lisboa

22h00 – Anymamundy (espectáculo de fogo) – Praça de Armas

22h30 – Danças Medievais Leónia Oliveira com Recanto – Terraço Sul

Danças Orientais pelo Ata Dança – Flor de Lotus – Acampamento Árabe

23h00 – Strella do Dia (música) – Praça de Armas

23h30 – Espectáculo fogo MALATITSCH – Entrada 2

23h30 – “Kira aventureira e o jardim encantado” pelo Grupo Kinessis – Teatro de fogo – Largo

D. Afonso Henriques

24h00 – Encerramento

Dia 26 (sábado)

15h00 – Abertura da feira nas tendas dos mercadores e acampamentos

Arruada e animações pelas ruas do Arrabalde e Castelo

Um arauto anuncia pela vila a aproximação de Nuno Álvares Pereira e suas tropas, vindas do

Alentejo, vitoriosas – meses antes – na batalha de Atoleiros

15h00, 16h00, 17h00 e 18h00 – Animação infantil pela Trupe Manducare – Largo D. Afonso

Henriques

17h00 – Ida de todos os fidalgos, homens bons e do povo até ao castelo para saudar Nuno

Álvares Pereira, esperado por D. Fernando Afonso de Albuquerque, Mestre da Ordem de

Santiago

Desfile dos grupos de música e animação – do Mercado Municipal (Centro Histórico) ao

Castelo

18h00 – Apresentação de armas para o torneio – Cavaleiros de Ribadouro

Voo livre pelas aves de rapina (Artfalco) – Espaço Torneio

Exercícios de combate apeado pela Espada Lusitana – Espaço Torneio

19h00 – “Forestus Felicitus e Rosarum Brumbarum” pelo Grupo Kinessis – Teatro de

malabarismo – Largo D. Afonso Henriques

Do Arrabalde ao Castelo: Gaiteiros da Bardoada; Jograis D’El Rei; Vai de Ronco; Goliardos;

Trabucos; Gil Teatro

Les Musiciens du Royaume – Entrada 1

Quadros da vida quotidiana no castelo, animação festiva, encontro de culturas

19h30 – Comeres de sabor aldeanos e beberes de aroma nas tabernas

Peregrino – Projecto EZ – Entrada 2

20h00 – Ceia medieval – Pousada de Palmela

Recanto

Les Musiciens du Royaume

21h00 – Música, canto e animações da época

Danças Orientais pelo Ata Dança – Flor de Lotus – Acampamento Árabe

Música da época com harpa e flauta pela Sociedade Filarmónica Humanitária – Terraço Sul

21h30 – Danças medievais – Grupo de Danças Medievais da Sociedade Filarmónica Loureiros –

Terraço sul

Do Arrabalde ao Castelo: Gaiteiros da Bardoada; Jograis D’El Rei; Vai de Ronco; Goliardos;

Trabucos;

Les Musiciens du Royaume; Gil Teatro

22h00 – “Kira aventureira e o jardim encantado” pelo Grupo Kinessis – Teatro de fogo – Largo

D. Afonso Henriques

22h00 – Torneio em honra de D. João, Mestre de Avis – lutam tropas portuguesas, lideradas

por Nuno Álvares Pereira e pelo Mestre da Ordem de Santiago, e castelhanas, aparecidas

desordeiramente de Setúbal, provocando estragos na feira que ocorre na vila

Com Artfalco, Espada Lusitana, Cavaleiros de Ribadouro, Camelos do Alcaide, Agape e

Art’encena – Miradouro

Bailios e folguedos em honra de Nuno Álvares Pereira e do Mestre da Ordem de Santiago

22h30 – Grupo de Danças Antigas de Alhos Vedros – Terraço Sul

23h00 – Ritual Almenara pelos Pia e Dançarte

24h00 – Encerramento

Dia 27 (domingo)

15h00 – Abertura da feira nas tendas dos mercadores e acampamentos

Arruda e animações pelas ruas do arrabalde e castelo

Um arauto anuncia pela vila a presença de Nuno Álvares Pereira e suas tropas. São dados

louvores a D. João, Mestre de Avis, e ao Mestre de Santiago, Fernando Afonso de

Albuquerque, que como embaixador reuniu o apoio militar inglês a Portugal contra Castela

15h00, 16h00, 17h00 e 18h00 – Animação infantil pela Trupe Manducare – Terraço Sul

17h00 – Ida de todos os fidalgos, homens bons e do povo até ao castelo para saudar Nuno

Álvares Pereira, esperado por D. Fernando Afonso de Albuquerque, Mestre da Ordem de

Santiago

Desfile de todos os grupos de animação – do Mercado Municipal (Centro Histórico) ao Castelo

18H00 – Torneios em honra de D. João, Mestre de Avis – digladiam-se tropas portuguesas,

lideradas por Nuno Álvares Pereira e pelo Mestre da Ordem de Santiago, e castelhanas,

aparecidas desordeiramente de Setúbal, provocando estragos na Feira que ocorre na vila

Com Artfalco, Espada Lusitana, Cavaleiros de Ribadouro, Grupo Danças Antigas de Alhos

Vedros, Agape – Miradouro

19h00 – Gaiteiros Bardoada; Jograis D’El Rei; Vai de Ronco; Goliardos; Trabucos

Les Musiciens du Royaume – Igreja de Santa Maria

Gil Teatro – Entrada 1

Quadros da vida quotidiana no castelo, animação festiva, encontro de culturas

19h30 – Comeres de sabor aldeanos e beberes de aroma nas tabernas

Peregrino – Projecto EZ – Entrada 2

Concerto Coral de canções da época pelo Grupo Coral e de Gaiteiros da Sociedade Filarmónica

Palmelense “Loureiros” – Igreja de S. Maria

21h00 – Música, canto e animações da época

Danças Orientais pelo Ata Dança – Flor de Lotus – acampamento Árabe

Música da época com harpa e flauta pela Sociedade Filarmónica Humanitária – Igreja St.ª

Maria

Les Musiciens du Royaume – Largo D. Afonso Henriques

Do Arrabalde ao Castelo: Grupo de Danças Antigas de Alhos Vedros; Gaiteiros da Bardoada;

Jograis D’El Rei; Vai de Ronco; Goliardos; Trabucos; Grupo de Gaitas da Sociedade Filarmónica

Loureiros; Gil Teatro

Bailios e folguedos em honra do Mestre de Avis e de Nuno Álvares Pereira.

Um arauto anuncia na vila que os castelhanos foram derrotados em Lisboa pela peste e pelas

tropas portuguesas

22h00 – Leviathan – espectáculo de fogo pelo Grupo Artencena- Largo D. Afonso Henriques

Anymamundy (espectáculo de fogo) – Praça de Armas

22h30 – Danças Medievais com Recanto e Leónia Oliveira- Terraço Sul

23h00 – Espectáculo fogo MALATITSCH – entrada 2

23h00 – Trabucos (Música) – Praça de Armas

24h00 – Encerramento