Avançado Meyong foi porta-voz da equipa no primeiro dia de estágio em Fornos de Algodres

 

Aos 35 anos, o avançado Meyong prepara-se para fazer a décima temporada ao serviço do Vitória. No arranque do estágio em Fornos de Algodres, o camaronês revelou a ambição de contribuir para a realização de uma época tranquila e ajudar a honrar a camisola do clube.

Depois do 15.º lugar na temporada transacta, quais as expectativas para 2016/17?

Temos a ambição de fazer melhor do que o ano passado. Não queremos surpresas nem passar mal no final como no campeonato anterior. Queremos fazer um campeonato tranquilo.

Já consegue explicar as razões para o contraste entre a boa primeira volta e má segunda?

O que aconteceu já faz parte do passado. Houve coisas boas e coisa más. O mais importante foi termos conseguido continuar na I Liga, isso é que importa. Estamos aqui agora para preparar uma nova época, fazer uma prova mais tranquila e escrever uma nova história no Vitória.

O ano passado fez sete jogos. Espera esta época recuperar o estatuto que já teve no passado?

Faço parte do plantel e sou mais um para ajudar. Tenho mais experiência que os meus companheiros e vou tentar ajudar ao máximo. Cabe ao treinador decidir qual a ajuda que posso dar dentro ou fora do campo. Estou a trabalhar para poder jogar. Os que chegaram vão ajudar o clube a crescer. O objectivo é elevar o nome Vitória.

De que forma pode a sua experiência ajudar?

Eu não estou aqui só pela minha experiência. Quero jogar. Há pequenas coisas que posso fazer dentro do campo pelo facto de ter mais jogos do que eles.

Já definiu, em termos pessoais, os seus objectivos?

Não tenho. Tenho, isso sim, o objectivo de ajudar o clube em termos colectivos. Claro que espero fazer golos.

«O Vitória não é um clube qualquer»

Aos 35 anos de idade já pensa no final da carreira?

Ao que tudo indica, vou terminar a minha carreira no Vitória. É esse o meu desejo e fico muito contente por estar aqui. O Vitória não é um clube qualquer, respeito-o muito. Passei muitos bons momentos aqui e vou passar essa mensagem aos mais novos. Este é um grande clube. Muitos adeptos esperam muito de nós. Temos a obrigação de honrar o clube.

Pode a equipa almejar a mais do que a permanência?

Primeiro a manutenção e fazer um campeonato tranquilo, depois sim poderemos traçar outros objectivos.

Ricardo Lopes Pereira