Iniciativa visa dinamizar o comércio tradicional e, ao mesmo tempo, estimular o usufruto daquela área do centro histórico

O Dia de S. Valentim, 14 de Fevereiro, vai ter mais encanto na baixa de Setúbal, já que lojistas locais, com o apoio da Câmara Municipal, têm em marcha mais uma acção de embelezamento da zona, no sentido de dinamizarem o comércio tradicional. A iniciativa “Amara a Baixa”, que tem ainda por objectivo estimular o usufruto daquela área do centro histórico da cidade, começou a ser “desenhada” no passado dia 29, sendo que o seu efeito já se faz sentir, podendo ser apreciado por todos.

Corações de várias dimensões e feitios, pendurados entre edifícios, dão colorido especial ao local e apelam ao carinho da população pela referida zona.

“Amar a Baixa inspira a decoração da nova iniciativa de embelezamento do espaço público impulsionada por lojistas locais com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal, acção de contributo para a dinamização do comércio tradicional e de estímulo do usufruto daquela área do centro histórico da cidade”, explica a autarquia, sobre a iniciativa de decoração que aposta nas cores vermelho, azul, cor-de-rosa, verde e laranja. “As cores fazem parte da nova decoração da baixa, com corações bordados e alindados com vários apontamentos que retratam elementos da natureza, como flores, frutos e pequenos animais, nomeadamente borboletas”, sublinha o muncípio, acrescentando que “a decoração ‘enamorada’, que aproveita estruturas existentes entre edifícios da baixa comercial, pode ser admirada nas ruas Dr. Paula Borba, Álvaro Castelões e dos Correeiros, a par do Largo da Misericórdia”.

A acção de embelezamento, segundo a autarquia, é alargada nos próximos dias a outros arruamentos daquela zona do centro histórico de Setúbal, “em concreto às ruas Antão Girão, do Romeu e Major Afonso Pala”. Nestes locais, porém, “os motivos decorativos em preparação são alusivos à actividade marítima”.

“A iniciativa, à semelhança de outras já dinamizadas naquele local, como é o caso mais recente de sombrinhas coloridas, capta a atenção das pessoas, sendo frequente ver telemóveis, tablets e máquinas fotográficas apontadas ao céu da baixa de Setúbal para registar o novo visual”, vinca a autarquia, a concluir.