O Curso de Especialização Tecnológica em Turismo de Ar Livre (nível V), previsto para começar em Novembro na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, tem ainda uma série de vagas disponíveis, com um prazo limite de candidaturas até dia 15 de Novembro. Trata-se de um curso “inovador em Portugal e na Europa”, destinado a formar quadros técnicos de turismo altamente qualificados e com rápida inserção no mercado de trabalho.

O objectivo do curso é “preparar técnicos especialistas em turismo de ar livre qualificados para conceber, planear, organizar e acompanhar programas de actividades de ar livre de natureza turística [bicicleta, cordas e canoagem, por exemplo], enquadrando autonomamente os clientes participantes, sob o ponto de vista técnico e turístico, em actividades correspondentes à sua área e nível de especialização e participando na gestão e manutenção de instalações e equipamentos”.

O curso tem a duração de três meses e divide-se em vários módulos com uma vertente muito prática. No final, os alunos realizam um estágio de 465 horas em contexto real de trabalho.

“O turismo de natureza, como área específica, encontra-se em franca expansão em Setúbal e por isso faz todo o sentido formar pessoas que possam desenvolver os seus próprios negócios aqui”, explicou Maria João Carmo, directora da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, ao DIÁRIO DA REGIÃO. A entrada no mercado de trabalho pode ser feita em empresas já no mercado ou como empreendedor.

A candidatura ao Curso de Especialização Tecnológica em Turismo de Ar Livre requer dos alunos uma série de requisitos, os quais podem ser consultados em escolas.turismodeportugal.pt/curso/turismo-de-ar-livre, assim como informações sobre o plano curricular e saídas profissionais.