A importância da aquicultura no Estuário do Sado, “atividade que tem contribuído para a promoção de produtos como fatores de atracção turística”, foi destacada pelos candidatos Coligação Portugal à Frente pelo círculo eleitoral Setúbal.

Após visitar explorações de aquicultura, Nuno Magalhães salientou o trabalho que tem vindo a ser feito pelos empresários nesta área, que “têm permitido estimular o setor e contribuir para a exportação de produtos feitos na região”.

O candidato da coligação aponta como o exemplo o potencial das ostras produzidas no Estuário do Sado, que têm como destino praticamente exclusivo o mercado internacional, com França na linha da frente dos consumidores.

“Temos que continuar a investir na aquicultura, de onde também sai peixe de grande qualidade”, afirmou Nuno Magalhães, acrescentando ainda que o Governo tem dado uma atenção especial a este setor, para que possam existir cada vez mais produtos provenientes do mar.

“Nesta área Setúbal tem uma grande potencialidade de está na linha da frente das explorações de aquicultura, devido à enorme qualidade dos seus produtos”, conclui o candidato da coligação PSD/CDS-PP.