A vítima sofreu ferimentos ligeiros, por inalação de fumos e cansaço

Um incêndio na cobertura obrigou à evacuação da superfície comercial Pingo Doce, na última sexta-feira, no Barreiro. A ocorrência provocou um ferido ligeiro, disse à agência Lusa Acácio Coelho, comandante dos bombeiros Sul e Sueste.

“Cerca das 11h30 fomos accionados para um incêndio na cobertura do Pingo Doce, localizado no Lavradio, e quando chegámos ao local as pessoas já estavam a ser retiradas”, disse o comandante. Acácio Coelho explicou que foram retirados do interior do espaço comercial cerca de 70 funcionários, além de centenas de pessoas que se encontravam no local.

A causa do sinistro estará ligada a uma intervenção operária que estava a ser desenvolvida na cobertura da superfície comercial. “Estavam a fazer trabalhos na cobertura e a lã de vidro começou a arder”, confirmou Acácio Coelho, já depois de o incêndio estar controlado, numa altura em que os bombeiros estavam já a proceder “à desforragem do tecto”, para retirar as placas que arderam e as circundantes.

O responsável revelou ainda que o ferido, uma pessoa que estava a fazer os trabalhos no local, sofreu apenas ferimentos ligeiros, por inalação de fumos e cansaço.

No local esteve também Carlos Humberto, presidente da Câmara do Barreiro, que afirmou que a evacuação “correu bem”, tendo o plano de emergência funcionado, destacando a articulação entre as diversas entidades.

Estiveram presentes no local os bombeiros Sul e Sueste e os bombeiros de Salvação Pública, com 22 elementos e oito viaturas, a PSP, os serviços de Protecção Civil da Câmara do Barreiro, a Viatura Médica de Emergência e Reanimação do Hospital do Barreiro e a Baía do Tejo.