As primeiras consultas na Clínica Social Dentária da Paróquia de Nossa Senhora da Conceição, em Setúbal, arrancaram esta segunda-feira com o atendimento de 14 pessoas por parte do pessoal médico e assistente que trabalha no local em regime de voluntariado.

Quem marcou presença neste dia de arranque efectivo da clínica foi o presidente da Cáritas Diocesana de Setúbal, que, “num gesto simbólico e em representação deste serviço da pastoral social desta Diocese, quis cumprimentar o pessoal clínico e seus assistentes, assim como alguns dos utentes que aguardavam pela consulta”, refere o serviço de comunicação da Cáritas Diocesana. Eugénio Fonseca felicitou, nas pessoas que o acolheram, “toda a comunidade cristã de Nossa Senhora da Conceição, realçando a ousadia social cristã do seu pároco, Padre Constantino”, que, sublinhou, “tem demonstrado o que quer dizer a fantasia da caridade”. O responsável reforçou ainda que esta é “uma iniciativa crucial para a luta contra a pobreza, porque contribui para a autoestima das pessoas e quem não gosta de si, por vezes, chega a julgar que não merece mais do que o que tem”.

Para já, são sete médicos e seis assistentes, que dão corpo a este projecto social de solidariedade, sendo que para ontem, segundo a Cáritas Diocesana, “estavam já inscritas seis pessoas” para serem atendidas.

Esta clínica, que, recorde-se, foi inaugurada a 24  de Julho último, constitui  “mais um grande desafio à solidariedade dos cidadãos, mas não há-de ser por falta dela que mais esta resposta em favor dos empobrecidos há-de falhar”, garante, a concluir, a Cáritas Diocesana.