O Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional (SQEP) Arrábida certificou competências de nível básico e secundário a 25 adultos, numa cerimónia que decorreu na Escola Secundária Lima de Freitas, em Setúbal. O momento de entrega de certificados contou com a presença do Dr. Francisco Sousa Marques, da direcção da Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP), e da coordenadora do SQEP Arrábida, Dr.ª Filomena Amorim.

O objectivo do programa é validar competências, segundo explicou Filomena Amorim. Os alunos de nível básico (9º ano) dão provas de competências nas áreas das Ciências, Linguagem e Comunicação e Cidadania, e os de nível secundário (12º ano) em matérias como a Matemática e Tecnologia. As certificados enquadram-se nos processos de Orientação ao Longo da Vida e de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências que sejam adquiridas pelos adultos ao longo do tempo, por vias formais ou informais, e visam facilitar a (re)inserção dessas pessoas no mercado de trabalho.

Francisco Marques, responsável dirigente da ANQEP, felicitou os presentes e dirigiu o seu agradecimento aos profissionais do SQEP Arrábida (de que o Agrupamento de Escolas Lima de Feitas é promotor), destacando que os resultados obtidos se deveram em grande parte ao “voluntariado dos que muito provavelmente deram de si mais do que seria exigido”, referindo-se à limitação de recursos humanos que o SQEP atravessou desde que começou a funcionar, em Março de 2014. “Só a partir de agora é que os SQEP de todo o país vão ter recursos adaptados às suas necessidades e à quantidade de inscritos”, explicou o responsável.

O Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional Arrábida abrange os concelhos de Setúbal, Palmela e Sesimbra, conta com 1500 inscritos e prevê certificar, em breve, entre dezenas a centenas de candidatos.